Automóvel Ferrari pondera lançar carro utilitário

Ferrari pondera lançar carro utilitário

A Ferrari quer duplicar os seus lucros até 2022. Para isso está a analisar novos lançamentos.
Ferrari pondera lançar carro utilitário
Negócios 01 de agosto de 2017 às 10:57

A Ferrari está a ponderar lançar um veículo utilitário, de quatro lugares, como parte do seu plano de expansão, revela a Bloomberg, que cita fontes próximas do processo.

 

Os seus planos passam por duplicar as suas receitas até 2022. E para isso, a marca está a analisar o lançamento de novos veículos, nomeadamente carros que abranjam uma fatia de clientes maior.

 

O plano a cinco anos, que está a ser elaborado pelo actual presidente executivo, Sergio Marchionne, inclui também o aumento das entregas de veículos para além do limite actualmente auto-imposto de 10 mil carros por ano.

 

A Ferrari quer ainda construir mais veículos híbridos, segundo as mesmas fontes que não quiseram ser identificadas.

 

Este plano a cinco anos só deverá ser apresentado no início de 2018.

 

As acções da Ferrari estão a subir 2,13% para 91 euros, na bolsa italiana.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Beruno 01.08.2017

pois. . . . baixem o nivel da marca e todos os modelos, desde os comerciais aos raros irao sofrer. mais marcas, especialmente de moda, experimentaram baixar o nivel para aumentar o volume de vendas e deram-se mal. no limite, a ferrari podia tentar criar um bruto SUV ao seu estilo, exclusivo, na casa dos 300K€, e/ou um um mini-super-desportivo, tipo porsche boxster/cayman, mais virado para os fins-de-semana, ou mesmo para os track days, ligeiramente abaixo dos 100K€. mais que isto ja é baixar o nivel da marca

pub