Banca & Finanças Finanças: Venda do Novo Banco "estará concluída nos próximos dias"

Finanças: Venda do Novo Banco "estará concluída nos próximos dias"

O Ministério das Finanças diz que a aprovação de Bruxelas à venda do Novo Banco permite fechar a resolução do BES. E garante que "o processo de alienação à Lone Star estará concluído nos próximos dias".
Finanças: Venda do Novo Banco "estará concluída nos próximos dias"
David Martins/Correio da Manhã
Maria João Gago 11 de outubro de 2017 às 12:54

Depois de a Comissão Europeia ter aprovado o plano de reestruturação do Novo Banco e o fim da resolução do BES, "o processo de alienação [da instituição] pelo Fundo de Resolução à Lone Star estará concluído nos próximos dias", garantiu o Ministério das Finanças em comunicado divulgado esta quarta-feira, 11 de Outubro.

 

De acordo com o calendário previsto, a concretização do negócio, que levará a Lone Star a ficar com 75% do Novo Banco, a venda da instituição deve ocorrer até 20 de Outubro. Depois da luz verde de Bruxelas, só falta concluir os documentos legais para que a operação possa ser concluída.

 

O gabinete de Mário Centeno sublinha que a "decisão da Comissão Europeia encerra mais uma etapa muito importante para a estabilidade do sistema financeiro e para a dinamização da economia portuguesa".

 

"A injecção de mil milhões de euros pela Lone Star, juntamente com o plano de reestruturação e as medidas aprovados pela Comissão, em conformidade com as regras da União Europeia em matéria de auxílio estatal, irão garantir a viabilidade a longo prazo do Novo Banco", defende ainda o Ministério das Finanças.

(Notícia actualizada às 13:07)



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub