Banca & Finanças Finanças asseguram a Bruxelas: CGD vai ser recapitalizada até final do ano

Finanças asseguram a Bruxelas: CGD vai ser recapitalizada até final do ano

A recapitalização da Caixa Geral de Depósitos vai acontecer até final do ano, diz o Ministério das Finanças no relatório de acção efectiva para 2016 apresentado a Bruxelas.
Finanças asseguram a Bruxelas: CGD vai ser recapitalizada até final do ano
David Martins/Correio da Manhã
Alexandra Machado 18 de Outubro de 2016 às 01:20

O primeiro-ministro, numa entrevista ao Público, levantou a dúvida. A Caixa Geral de Depósitos poderia não ser recapitalizada até final do ano, admitiu António Costa.

Do Ministério das Finanças as indicações eram de que a recapitalização seria feita em 2016. Isso mesmo disse o secretário de Estado do Tesouro, Ricardo Mourinho Félix, na passada sexta-feira, na conferência de apresentação do Orçamento do Estado.

Agora está escrito no documento de acção efectiva enviado pelo Governo português para a Comissão Europeia esta segunda-feira. 

Falando das medidas tomadas para estabilizar o sistema financeiro, o Ministério de Mário Centeno garante: "A CGD vai ser recapitalizada até final de 2016", acrescentando, depois, que a composição accionista do BPI está clarificada e que o Millennium bank tem uma oferta de um investidor relevante para entrar no seu capital (não o refere, mas o accionista é a Fosun). Por outro lado acrescenta: "todos os outros bancos têm adaptado os seus planos de negócio aos novos desafios económicos e à realidade financeira". 

O processo de venda do Novo Banco "está avançar e terá resultados em breve". 

Pelo que, conclui o Governo, o sistema financeiro poderá em breve estar apto a promover crescimento económico. 

Quanto à CGD, e como o Negócios adianta esta terça-feira, a recapitalização tem mesmo de ser feita este ano para poder cumprir as exigências de solidez que o Banco Central Europeu (BCE) lhe impõe. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
A MALTA DA PAFAS Há 3 semanas

TEM SAUDADES DO TEMPO EM QUE ARRUINOU A SEGURANÇA SOCIAL, EMPREGANDO 80% DO DINHEIRO PAGO NA COMPRA DE DÍVIDA PÚBLICA- ARRUINARAM A SEG SOCIAL E CULPARAM QUEM DESVONTA, BRINDANDO-LHES COM AUMENTOS BRUTAIS.

TAMBÉM TEM SAUDADES DOS MILHÕES DADOS DE MÃO BEIJADA ÀS ESCOLAS PRIVADAS

A MALTA DA PAFAS Há 3 semanas

TEM SAUDADES DO TEMPO EM QUE ARRUINOU A SEGURANÇA SOCIAL, EMPREGANDO 80% DO DINHEIRO PAGO NA COMPRA DE DÍVIDA PÚBLICA- ARRUINARAM A SEG SOCIAL E CULPARAM QUEM DESVONTA, BRINDANDO-LHES COM AUMENTOS BRUTAIS.

TAMBÉM TEM SAUDADES DOS MILHÕES DADOS DE MÃO BEIJADA ÀS ESCOLAS PRIVADAS

A MALTA DA PAFAS Há 3 semanas

TEM SAUDADES DO TEMPO EM QUE ARRUINOU A SEGURANÇA SOCIAL, EMPREGANDO 80% DO DINHEIRO PAGO NA COMPRA DE DÍVIDA PÚBLICA- ARRUINARAM A SEG SOCIAL E CULPARAM QUEM DESVONTA, BRINDANDO-LHES COM AUMENTOS BRUTAIS.

TAMBÉM TEM SAUDADES DOS MILHÕES DADOS DE MÃO BEIJADA ÀS ESCOLAS PRIVADAS

pub
pub
pub
pub