Banca & Finanças Fitch atenta a solução para a banca na hora de decidir sobre o "rating"

Fitch atenta a solução para a banca na hora de decidir sobre o "rating"

A agência de notação financeira segue com atenção os impactos que as soluções para a banca possam ter nas contas do Estado.
Fitch atenta a solução para a banca na hora de decidir sobre o "rating"
Rui Barroso 26 de janeiro de 2017 às 11:44

Os desenvolvimentos no sector financeiro português e o seu impacto nas contas do Estado e na economia são um dos factores a que a Fitch está atenta no processo de decisão sobre o "rating" de Portugal.

 

"Qualquer solução para a banca com impacto nas contas do Estado é algo que olharemos de perto", disse Federico Barriga, director de "ratings soberanos da agência numa conferência esta quinta-feira, 26 de Janeiro.

 

Além dos desenvolvimentos no sector bancário, a Fitch aponta ainda como elementos-chave para o "rating" o desempenho orçamental e a forma como o crescimento evoluirá no médio prazo. A agência estima um crescimento de 1,3% do PIB nacional este ano e de 1,5% em 2018.

 

Em Outubro, após a apresentação do Orçamento do Estado, a agência já tinha referido que apesar de do documento mostrar o compromisso com a consolidação orçamental não resolvia os problemas de fraco crescimento e da banca".

 

A Fitch pode pronunciar-se sobre o "rating" de Portugal a 3 de Fevereiro. Avalia actualmente Portugal em BB+, um nível abaixo de grau de investimento, com perspectiva estável. A agência já chegou a ter perspectiva positiva para o "rating" nacional, o que sinalizava uma expectativa de subida, mas cortou esse "outlook" em Março de 2016. 

 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 dias

Manhá a axencia FITCH emite califación para a Espanha. ! Atentos !

pertinaz Há 3 dias

PSEUDO JORNALISTAS MANIPULAM INFORMAÇÃO A SEU BEL PRAZER

A SITUAÇÃO DE PORTUGAL É MÁ E TODAS AS AGÊNCIAS REVIRAM AS PERSPECTIVAS

NÃO ADIANTA DOURAR A PÍLULA...

VAMOS A CAMINHO DO ABISMO

Anónimo Há 3 dias

Keep calm careca drogado cara de velha aziado e massama! Nunca mais lá entras, podes espernear, gritar fazeres o que kiseres, morres na oposiçao, lol

Anónimo Há 3 dias

Avençados do PS! FDS! PONHAM a noticia toda!
"Agência Fitch, que no ano passado deixou de atribuir uma perspetiva "positiva" ao "rating" de Portugal, diz que Portugal é "um dos países mais endividados do mundo"." e "Fitch avisa: “Rating de Portugal só subirá se houver mudanças estruturais”"

pub
pub
pub
pub