Banca & Finanças Foi o Finantia que se queixou do "falso" Finantia

Foi o Finantia que se queixou do "falso" Finantia

Há dois meses, o Banco Finantia, autorizado a actuar em Portugal, participou à CMVM a existência de um autodenominado Banco Privado Finantia, que não tinha autorização. O regulador fez um alerta para distinguir os dois.
Foi o Finantia que se queixou do "falso" Finantia
Correio da Manhã
Diogo Cavaleiro 19 de Outubro de 2016 às 08:30

Foi o Banco Finantia que fez queixa na polícia do falso Finantia. A instituição especializada na banca privada e de empresas não gostou que houvesse uma entidade a usar um nome parecido ao seu, ainda para mais sem autorização para prestar serviços financeiros. Por isso, foi à polícia, há duas semanas, fazer uma participação. Há dois meses, já se tinha queixado ao regulador. 

 

Banco Finantia: este é o nome do banco autorizado. Banco Privado Finantia: é o nome da entidade que anuncia, no seu site, produtos e serviços financeiros que, contudo, não estão autorizados.

 

A distinção foi feita pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) num alerta lançado esta terça-feira, 18 de Outubro. Um aviso que foi feito na sequência de uma queixa concretizada, há dois meses, pelo Finantia junto do regulador, segundo disse o banco. 

 

"A situação foi  comunicada à CMVM pelo Banco Financia (que também a denunciou a outras entidades)", confirmou, igualmente, o regulador ao Negócios. 

 

Não foi possível entrar em contacto com o autodenominado Banco Privado Finantia, já que o telefone remeteu para o voice-mail.

 

"Nós espera que você, como titular de uma conta offshore de residência ou não depositar pelo menos € 30 000 dentro de um mês da abertura da conta e manter esse equilíbrio enquanto você manter a conta"; "Você não precisa fazer um depósito no dia que você abrir a conta, mas é uma boa idéia"; "Com banco privado finantia online banking você não tem limite no acessando sua conta, se é 13:00 ou 01:00, você pode gerenciar o seu dinheiro sempre que for conveniente para você, sem sair de sua casa com a banca online seguro".

Estas são algumas inscrições no site do "falso" Finantia que, como avisou o regulador, não está autorizado nem registado para o exercício de qualquer actividade de intermediação financeira em Portugal".




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado bicho Há 2 semanas

Mais uma vez a CMVM actua por denúncia.
Tanto a CMVM como o BdP ao nada interceptar facilita os crimes, não percebo os ordenados chorudos que esses srs. recebem.
Querem confiança na Banca e na Supervisão "NUNCA MAIS"

comentários mais recentes
zeca69 Há 2 semanas

deixa lá que o verdadeiro também não é flor que se cheire:

https://www.publico.pt/economia/noticia/tribunal-da-relacao-obriga-exgestores-e-banco-finantia-a-pagar-24-milhoes-1735222

Cândida Palma Há 2 semanas

CMVM demorou 2 (dois) meses a lançar o alerta!!!

jfqorfijro Há 2 semanas

Mas qual deles é o FALSO banco? SERÃO OS 2 DOIS ou nao sao privados??

Rui Ferreira Há 2 semanas

obvio....pois faz "confusão" sendo um..um banco que está a crescer no mercado e outro que é uma imposturice.

ver mais comentários
pub