Banca & Finanças Francisco Cary já cortou vínculo ao Novo Banco
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Francisco Cary já cortou vínculo ao Novo Banco

Francisco Cary renunciou à gestão do Novo Banco e já pediu para cortar vínculo com aquela instituição para poder ir para a CGD. Paulo Macedo deverá fazer o mesmo no BCP.
Francisco Cary já cortou vínculo ao Novo Banco
Maria João Gago 18 de janeiro de 2017 às 00:01

Francisco Cary, um dos gestores que Paulo Macedo quer levar para a sua equipa na Caixa Geral de Depósitos, já renunciou à administração do Novo Banco. Além disso, este responsável pediu ainda para cessar )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ha Grandes Democratas? 18.01.2017

Como nao existi-se mais ninguem neste Mundo Cao dominado por estas bestas mesquinhas, que se dizem democratas das contas bancarias depositados fora do Pais. Saltam de uns para os outros como sedo eles os novos DDTudo. Cambada de politicos corruptos, vendidos a quem mais paga, Costa vai de reto.

Joao22 18.01.2017

Qual o currículo destes gestores? que experiencia da banca teem. Como em Portugal se nomeiam facilmente pessoas para cargos sem qualquer conhecimento seria bom saber em que mãos vao parar os 5000 milhões. mas não há ninguém para questionar estes gestores, nem sequer jornalistas. Que pobreza, esta mesmo no fundo. sem exigência.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub