Media Fundo de inovação da Google atribuiu 1,06 milhões a quatro projectos de media portugueses

Fundo de inovação da Google atribuiu 1,06 milhões a quatro projectos de media portugueses

O DNI atribuiu agora 658,4 mil euros a um grande projecto do grupo Impresa, dona da SIC, e 312 mil euros a também outro grande projecto da Global Notícias, Publicações.
Fundo de inovação da Google atribuiu 1,06 milhões a quatro projectos de media portugueses
Reuters
Lusa 13 de dezembro de 2017 às 10:55

O fundo de Inovação Digital News Initiative (DNI) atribuiu 1,06 milhões de euros a quatro projectos de jornalismo digital portugueses, entre os quais a Global Notícias e o grupo Impresa, anunciou hoje a Google.

 

Esta é a quarta ronda de financiamento do fundo DNI, que atribuiu um total de 20,4 milhões de euros a 102 projectos de 26 países, dos quais 1,069 milhões de euros a Portugal.

 

Do total de 102 projectos, 47 são protótipos, 33 projectos médios e 22 grandes projectos.

 

Nos últimos dois anos, o DNI distribuiu um total de quase 94 milhões de euros de financiamento a projectos de jornalismo digital.

 

O DNI atribuiu agora 658,4 mil euros a um grande projecto do grupo Impresa, dona da SIC, e 312 mil euros a também outro grande projecto da Global Notícias, Publicações.

 

Foram ainda atribuídos 49,8 mil euros a um protótipo do INESC TEC, sendo que a 'startup' OKO também recebe 49 mil euros por um protótipo.

 

Desde a primeira ronda, em Fevereiro de 2016, o fundo de Inovação Digital News Initiative já atribuiu a Portugal cerca de 5,7 milhões de euros.

 

De acordo com a Google, o grande projecto da Global Notícias chama-se 'Smart Paywall' e vai combinar a plataforma de registo único da Global Notícias com dados segmentados e uma nova 'paywall' [sistema de assinatura que permite acesso a conteúdos restritos] para vender os seus conteúdos de forma mais eficiente.

 

Segundo a informação disponibilizada, adicionalmente, as redacções da Global terão condições para inovar pacotes, formatos e distribuição digitais, com informação analítica chave que será disponibilizada para este projecto.

 

No caso da Impresa, a nova plataforma chama-se Go Digital Publishing Platform e visa permitir aos media locais e regionais o acesso a uma solução de tipo para monetizarem os seus conteúdos digitais.

 

O protótipo da OKO denomina-se de Intelligent News Feed e trata-se de uma aplicação que visa assistir jornalistas e redacções no processo de descoberta de notícias de 'gatekeeping', agregando todas as fontes de notícias públicas e privadas de uma redacção.

 

Já o projecto - também protótipo - do INESC TEC é um projecto de inteligência artificial que visa ajudar a detectar o discurso de ódio nas notícias e nos comentários e denomina-se de Stop PropagHate. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub