Banca & Finanças Fundo de Resolução com buraco de 4,8 mil milhões de euros
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Fundo de Resolução com buraco de 4,8 mil milhões de euros

Antes de concluir a venda do Novo Banco, o Fundo reconheceu uma imparidade de 4,9 mil milhões de euros. Os recursos próprios afundaram para 4,8 mil milhões negativos. A renegociação dos empréstimos foi a forma de salvaguardar a situação patrimonial.
Fundo de Resolução com buraco de 4,8 mil milhões de euros
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 07 de janeiro de 2018 às 23:20

O Fundo de Resolução reconhece como perdido todo o montante, no valor de 4,9 mil milhões de euros, que injectou no Novo Banco em 2014. Uma decisão contabilística que foi tomada antes de concretizada a venda de 75% da )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Nonagésimo 08.01.2018

Mas os bancos do sistema nao iam pagar em caso deste dinheiro nao fosse recuperado?

comentários mais recentes
Em 2014? 08.01.2018

Onde anda a policia?

Onde está a quadrilha do Costa, 08.01.2018

Que alterou as condições do Fundo de Resolução em 2016 para o contribuinte pagar?
A mesma quadrilha que pague do seu bolso, não há mais SCML.
Pagar o que não devo, para sustentar ladrões e corruptos, não obrigado.....................

Anónimo 08.01.2018

Onde anda a quadrilha que delineou este esquema e que veio dizer que o aumento de capital era seguro e que o BES era sólido. Onde anda o habilidoso que conseguiu fazer evaporar 10 mil milhões para offshore sem controle do sistema onde andam os responsáveis do GES e BES e BESI ???? TODOS DE FÉRIAS...

TinyTino 08.01.2018

Então mas isto não era aquela solução sem custos para o contribuinte da Marilu? Perguntem ao Marques Mendes. Ele também deve ter um palpite

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub