Empresas Fundo Vallis vende grupo Elevo por 90 milhões de euros

Fundo Vallis vende grupo Elevo por 90 milhões de euros

A Nacala Holdings, empresa liderada por dois antigos gestores da Mota-Engil, Gilberto Rodrigues e Pedro Antelo, adquiriu o grupo Elevo ao fundo Vallis, por cerca de 90 milhões de euros, segundo um comunicado divulgado hoje.
Fundo Vallis vende grupo Elevo por 90 milhões de euros
Krisztian Bocsi / Bloomberg
Lusa 11 de setembro de 2017 às 21:33

"A presente transacção, que consiste na aquisição da totalidade do capital do Grupo Elevo, a par de um aumento de capital e compra de créditos bancários, traduz-se num reforço significativo dos respectivos capitais próprios, com a consequente redução do endividamento, e ambiciona posicionar a Elevo como um importante player na área das infra-estruturas, logística, energia e ambiente, tanto em Portugal como no mercado internacional, especialmente em África e na América Latina", lê-se no comunicado da Nacala.

 

O grupo Elevo resultou da fusão dos grupos Edifer, Monte Adriano, Hagen e Eusébios, empresas de engenharia e construção, que iniciaram um processo de consolidação sectorial implementado pelo fundo Vallis Construction Sector Consolidation Fund, em 2012.

 

Em 2016, o grupo Elevo registou um volume de negócios de cerca de 450 milhões de euros, de acordo com a mesma fonte.

 

Após vários meses de negociações, a Nacala concretiza agora a operação que envolve o fundo Vallis e um conjunto alargado de instituições financeiras, entre as quais se encontram os principais bancos portugueses.

 

"É com grande satisfação que concluímos, com sucesso, a aquisição do grupo Elevo", sublinha o CEO da Nacala, Gilberto Rodrigues, antigo CEO da Mota-Engil África. "A Elevo enquadra-se no perfil de empresa que procurávamos adquirir, com uma actividade forte ao nível das infra-estruturas, com diversificação geográfica assente em África e na América Latina, com qualidade técnica reconhecida, e no ponto de inflexão que os accionistas da Nacala Holdings podem potenciar, elevando a empresa para outros níveis de ambição", acrescentou o gestor.

 

Pedro Gonçalves, CEO da Vallis Consolidation Strategies e do grupo Elevo, referiu que "após uma profunda reestruturação das suas operações, em especial em Portugal, o grupo Elevo - beneficiando da dedicação e qualidade dos seus colaboradores - tem expandido com sucesso a sua actividade para um conjunto de novos mercados, com especial relevância para os Camarões, Bolívia e Zâmbia".

 

A Nacala Holdings é uma sociedade de direito luxemburguês, detida por Gilberto Rodrigues e Pedro Antelo, ex-CEO e ex-CFO da Mota-Engil África, respectivamente. A empresa dedica-se à gestão de participações no setor da engenharia e construção, com diversificação da sua carteira de investimentos através da detenção de activos nos sectores imobiliário, de energia e ambiente e de concessões de infra-estruturas no continente europeu, em África e na América Latina.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub