Concorrência & Regulação Gabriela Figueiredo Dias vai ser nova presidente da CMVM

Gabriela Figueiredo Dias vai ser nova presidente da CMVM

O Governo já escolheu quem vai substituir Carlos Tavares à frente do "polícia" dos mercados.
Gabriela Figueiredo Dias vai ser nova presidente da CMVM
Miguel Baltazar / Negócios
Gabriela Figueiredo Dias vai ser a nova presidente da CMVM. A actual vice-presidente do regulador da bolsa vai substituir Carlos Tavares que já tinha terminado o mandato há cerca de um ano, confirmou ao Negócios fonte do Ministério das Finanças.

A escolha, que foi avançada pelo jornal online Eco, resolve assim um impasse que obrigou a prolongar o mandato de Carlos Tavares à frente da instituição.

Gabriela Figueiredo Dias era desde Maio de 2015 vice-presidente da CMVM.

Ao que o Negócios apurou junto de fonte governamental, Gabriela Figueiredo Dias foi convidada há cerca de um mês, tendo aceite a proposta do Governo. O nome da nova presidente já terá o OK da CRESAP - o organismo que tem de validar as escolhas para os altos dirigentes no Estado.

O próximo passo é a audição de Gabriela Figueiredo Dias no Parlamento.



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
J. SILVA Há 2 semanas

Se já era vice , em princípio será mais do mesmo , porque concerteza pactuou com a negligência da gestão do Carlos Tavares. Depois deveria ter formação e experiência nas áreas da gestão, informática, e matemática, para compreender o funcionamento dos mercados. Mais uma burocrata..

Anónimo Há 2 semanas

a mulher ja la tava commo vice.

Anónimo Há 2 semanas

Oxalá seja melhor que o anterior. Na verdade, também não será difícil tal a desgraça anterior.

Anónimo Há 2 semanas

António Costa a piscar o olho ao bloco central, ao nomear uma familiar de um dos fundadores do PSD, coloca em ação o bloco central de interesses. Bem jogado.

pub
pub
pub
pub