Energia Galp só avança para o furo de petróleo no Alentejo em 2018

Galp só avança para o furo de petróleo no Alentejo em 2018

A petrolífera só vai avançar para o furo na bacia do Alentejo no próximo ano, entre Abril e Julho.
Galp só avança para o furo de petróleo no Alentejo em 2018
Pedro Esteves
André Cabrita-Mendes 31 de julho de 2017 às 17:09
A Galp só avança para o furo de petróleo na bacia do Alentejo em 2018. A petrolífera sublinhou que a "janela de oportunidade" para furar no Alentejo este ano já fechou, só avançando no próximo ano.

"Estávamos a aguardar, mas entretanto a janela de oportunidade fechou. Temos projectado para 2018 o poço de avaliação", disse o presidente executivo da Galp, Carlos Gomes da Silva, esta segunda-feira, 31 de Julho, durante a apresentação de resultados semestrais.

Esta janela de oportunidade decorre entre Abril e Julho, pois só durante estes quatro meses é que estão reunidas todas as condições meteorológicas e marítimas para proceder à perfuração. Com esta operação a Galp pretende avaliar se existe petróleo, e em quantidade suficiente, para avançar para a exploração comercial no mar do Alentejo. Caso este poço de avaliação constate que existe petróleo na bacia do Alentejo, o início da exploração só teria início 3 a 6 anos mais tarde, a partir de 2018.

Carlos Gomes da Silva destacou que a Galp já participou em 300 operações de perfuração "por esse mundo fora", como no Brasil, Angola ou Namíbia, estando actualmente a participar numa "campanha sísmica muito alargada em São Tomé e Príncipe".



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Deolinda 31.07.2017

Que tem a ganhar o "país"? Se descobrirem algo, baixa o preço dos combustíveis?

comentários mais recentes
Anónimo 31.07.2017

Mas para que querem petróleo só lá para 2mil e vinte e tal?. Bem sei que o petróleo não é só para combustíveis, mas quando os automóveis forem eléctricos (e está para breve, não o são já exactamente pelos interesses dos "pitroleiros") o preço baixará tanto que não pagará as despesas de extracção!... Posto isto, para quê arriscarmos a nossa costa vicentina? Mas ninguém neste país tem juízo?

O POVO NUNCA BENEFICIARÁ DE QQ PETRÓLEO ENCONTRADO 31.07.2017

Todos os Portugueses conscientes e amantes do s/ país se devem opor, designadamente fazendo comentários, a este verdadeiro crime de lesa Natureza, para mais, na área da última zona virgem da Europa, no ALENTEJO.
COMO TODOS SABEMOS, O CAPITAL É TIPO ABUTRE, PARA QUEM CONTA APENAS O LUCRO PELO LUCRO.

Anónimo 31.07.2017

mas a verdade é que parece QUE VÃO MESMO FURAR, AO CONTRÁRIO DO QUE O VOVERNO DIZIA.
MAIS DONOS DISTO TUDO?

Deolinda 31.07.2017

Que tem a ganhar o "país"? Se descobrirem algo, baixa o preço dos combustíveis?

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub