Energia Gasolina deverá ficar mais cara na próxima semana

Gasolina deverá ficar mais cara na próxima semana

Os preços da gasolina deverão voltar a aumentar na próxima semana. Já os do gasóleo deverão estabilizar.
Gasolina deverá ficar mais cara na próxima semana
Reuters
Sara Antunes 20 de outubro de 2017 às 13:02

Abastecer o depósito de um veículo da gasolina deverá ficar mais caro partir de segunda-feira. O aumento é ligeiro – de 1 cêntimo por litro – e reflecte essencialmente a evolução das matérias-primas no mercado internacional.

 

O preço da gasolina simples 95 octanas deverá assim aumentar para 1,456 euros por litro, tendo em consideração os preços médios praticados esta semana e que constam no site da Direcção Geral de Energia.

 

Já no caso do gasóleo o preço deverá manter-se em torno dos valores praticados esta semana, ou seja, 1,248 euros.

 

A evolução dos preços dos combustíveis poderá ser diferente de posto de abastecimento para posto de abastecimento, dependendo da marca, bem como da sua localização.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 44 minutos

"e reflecte essencialmente a evolução das matérias-primas no mercado internacional."
essa já devia te rmudado a muito porque o que reflete é a necessidade de encher os bolsos de alguns

General Ciresp Há 2 horas

Esta para breve mais uma ida ao mercado.Se a Sara nao acredita em mim pergunte a casalinho.O caminho e sempre o mesmo.No meu tempo na aldeia sabiamos quem passava no caminho sem precisarmos de certificar.Ensinos que morrem connosco.