Agricultura e Pescas Gestora do Alqueva aumenta capital em mais 17 milhões

Gestora do Alqueva aumenta capital em mais 17 milhões

Em 2016, o capital da EDIA recebeu um reforço de 63,48 milhões de euros do Estado, accionista único da gestora da barragem do Alqueva.
Gestora do Alqueva aumenta capital em mais 17 milhões

A Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva (EDIA) viu o seu accionista único, o Estado português, aprovar um reforço de 17,23 milhões de euros de capital, ainda em 2016, de acordo com o comunicado emitido esta terça-feira, 24 de Janeiro.

"No dia 30 de Dezembro de 2016 foi aprovado por deliberação social unânime por escrito aumentar o capital social da EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva, S.A., em 17.229.120,00 euros". O capital social da empresa é agora de 464.341.070 euros e os seus capitais próprios negativos em 449.902.641 euros.

O reforço faz-se, adianta a comunicação disponível no site da CMVM, "através da emissão de 3.445.824 de acções nominativas, no valor de 5 euros cada, a subscrever e realizar pelo accionista Estado Português": em "17.229.117,99 euros, por conversão de créditos detidos pelo Estado/Direcção-Geral do Tesouro e Finanças, que se venceram a 30 de Novembro de 2016, com efeitos a essa data" e em "2,01 euros em numerário".

Tendo em conta que a operação foi aprovada ainda em 2016, o valor do reforço de capital que a empresa registou naquele exercício ascende assim a 63,48 milhões de euros, em seis fases distintas.

Em 15 de Janeiro de 2016 a empresa comunicou uma injecção de 7,12 milhões de euros; a 18 de Março mais 3,61 milhões de euros; a 23 de Junho o serviço da dívida vencido foi convertido em 17,36 milhões de euros de novo capital; e a 20 de Julho ficou conhecida a quarta operação de aumento de capital, no valor de 12,87 milhões de euros. A 28 de Dezembro, a EDIA comunicou um aumento de 5,29 milhões de euros.


A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 24.01.2017

Mr. Tuga é Ignorante

comentários mais recentes
Anónimo 24.01.2017

Mr. Tuga é Ignorante

Mr.Tuga 24.01.2017

A guita dos CONTRIBUINTES tugas canalizada para as herdades dos ricaços, barcos do ricaços, campos de golf, hotéis 5*, etc...

Paga tuga!

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub