Bolsa GNB deixa de ter participação na Cofina

GNB deixa de ter participação na Cofina

A GNB International Management, gestora de activos do grupo Novo Banco, com sede no Luxemburgo, vendeu esta semana a posição que detinha na Cofina.
GNB deixa de ter participação na Cofina
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 10 de fevereiro de 2017 às 19:49

Na sessão de 9 de Fevereiro, a GNB International Management alienou as 2.187.790 acções que detinha na Cofina e que correspondiam a 2,13%.

 

Com esta operação, a empresa sublinhou, em comunicado à CMVM, que "deixou de deter uma participação qualificada no capital social da Cofina".

 

Deixou, assim, de estar presente no grupo de media, dono da CMTV e de publicações como o Correio da Manhã, Record, Sábado e Jornal de Negócios.

 

A Cofina encerrou a sessão desta sexta-feira, 10 de Fevereiro, a somar 1,59% para 0,255 euros.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 10.02.2017

E na IMPRESA? também houve igual movimento, quem teria vendido e comprado?

Anónimo 10.02.2017

Quem comprou?
Hoje eu disse aqui: vendeu o manipulador habitual,GNB ou Santander. Acertei.
Percebe-se a venda por dificuldades do NB.
Mas quem comprou?Simples: 1 de 5: novo investidor q terá de comunicar à CMVM até 3ªfeira, Santander,Pedro Oliveira,Livrefluxo,Actium,ou Indaz.É positiva,a mudança.

Pirou-se 10.02.2017

, informa-se ter recebido de GNB – International Management, S.A. em 10 de Fevereiro de 2017, uma notificação, reproduzida em anexo, informando que deixou de deter uma participação qualificada no capital social da COFINA – SGPS, S.A.

eu vi , ok 10.02.2017

nao sei como è possivel dizer que foi venda, porque eu vi , foi COMPRA , ok . nao sei como surge comunicados a cmvm neste sentido . grande treta ..;