Media Google deixa de analisar email para criar anúncios

Google deixa de analisar email para criar anúncios

A Google quer aproximar a versão gratuita do Gmail da sua modalidade paga. A confidencialidade dos conteúdos do correio electrónico deixará de ser tida em conta para apresentar anúncios.
Google deixa de analisar email para criar anúncios
Wilson Ledo 26 de junho de 2017 às 12:22

A tecnológica norte-americana Google vai deixar de analisar os conteúdos do correio electrónico para personalizar anúncios.

O anúncio foi feito na passada sexta-feira, 23 de Junho, por Diana Green, vice-presidente da Google Cloud.


Um dos objectivos passa por aproximar o serviço de email gratuito ao G Suite, modalidade paga e dirigida a empresas, onde nunca se assistiu a essa análise de conteúdos para fins publicitários.


"O conteúdo do Gmail para consumidores não será usado ou analisado para qualquer personalização de anúncios após esta mudança", garantiu a responsável.


Apesar desta decisão, a tecnológica tem outras formas para reunir informação sobre a actividade online e, desse modo, direccionar publicidade, que não deixará de estar presente no Gmail.


Os vídeos assistidos no Youtube, as pesquisas feitas online bem como todo o histórico do navegador Google Chrome permitirão à tecnológica apresentar anúncios mais direccionados aos gostos dos utilizadores.


A prática de análise de conteúdos do Gmail existe, praticamente, desde o início do serviço, originando críticas de especialistas na área da privacidade de dados.


Se há uma mudança na análise para publicidade, a Google vai continuar a desenvolver esse procedimento por questões de segurança, evitando acções de "spam", "phishing" e "malware".

Ao Financial Times, Diana Greene explicou que a decisão de parar de analisar os emails no Gmail – que conta com 1,2 milhões de utilizadores em todo o mundo – poderá ajudar a captar mais clientes para os serviços pagos, uma vez que são reduzidas as dúvidas sobre práticas de privacidade na componente empresarial.

Contudo, este processo de fim de análise dos conteúdos do email não é automático. Aos utilizadores cabe entrar na sua conta Google, dirigindo-se à área de informação pessoal e privacidade. Nesta parte, entra na definição de anúncios e, na nova página que será aberta, terá a opção de desactivar a personalização de anúncios, seleccionando o espaço para o efeito. Aí sim, garante a privacidade da sua caixa de email.

(Notícia actualizada às 15:55 com mais informação)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub