Tecnologias Google vai ter centro de serviços em Oeiras com 500 empregos qualificados

Google vai ter centro de serviços em Oeiras com 500 empregos qualificados

O primeiro-ministro anunciou hoje que a multinacional norte-americana Google vai instalar a partir de Junho, em Oeiras um centro de serviços, hub tecnológico, para a Europa, Médio Oriente e África, arrancando com 500 empregos qualificados. A Google confirma o centro.
Google vai ter centro de serviços em Oeiras com 500 empregos qualificados
Lusa
Negócios com Lusa 24 de janeiro de 2018 às 13:02

Foi o primeiro-ministro António Costa que fez o anúncio em Davos, na Suíça, no âmbito do Fórum Económico Mundial, numa conferência intitulada "Porquê Portugal, porquê agora", em que estiveram presentes os ministros da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e das Finanças, Mário Centeno. Falou da implementação em Portugal pela Google de um centro tecnológico.

 

O primeiro-ministro referiu este investimento da Google na sua intervenção, que abriu a conferência e que foi dedicada a apresentar Portugal a investidores estrangeiros como um país competitivo, sobretudo em matéria de captação de start-ups e investimentos tecnológicos.

 

"Entre muitos investimentos em perspectivas destaco um: Portugal vai em breve acolher um investimento da Google, que arrancará logo com a criação de 500 empregos qualificados", disse.

 

Fonte oficial do executivo português disse que Portugal conseguiu este investimento da Google "no quadro de uma competição internacional muito forte".

 
A Google confirma o investimento em Portugal, explicando ao Negócios tratar-se de um centro de operações de fornecedores, "totalmente dedicado a fornecedores terceiros". Fonte oficial acrescentou, apenas, que "com esta abertura, estamos a instalar num local alguns dos muitos fornecedores que dão apoio às operações da Google", mas não fez referência aos postos de trabalho.

A autarquia de Oeiras também já reagiu a este anúncio. Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras, dá as boas-vindas à Google, dizendo que tal investimento "comprova que Oeiras é hoje o principal destino-sede das empresas de base tecnológica de Portugal".

Citado em comunicado, Isaltino Morais realça que "esse é o nosso 'core' e esse é o nosso objectivo: lançar um novo ciclo que promova a manutenção do nosso modelo de desenvolvimento local, assente na qualificação do nosso território e captação de instituições de referência, para promoção do emprego e da coesão social".


(Notícia actualizada às 14:05 com informações da Google e às 14:17 com comentário da autarquia de Oeiras)

 




A sua opinião26
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 3 horas

Se não fossem as reformas da troika, incompletas e em processo de reversão em curso, nem estes centros de serviços vinham para Portugal. Já a Eslovénia, a Lituânia e todas as economias onde se liberalizaram os mercados de factores, modernizou o Estado e reformaram as instituições, recebem outros investimentos que Portugal não atrairá com este enquadramento político-legal das esquerdas unidas. "Japanese Yaskawa to build robot factory in Slovenia" https://www.reuters.com/article/us-slovenia-yaskawa/japanese-yaskawa-to-build-robot-factory-in-slovenia-pm-idUSKCN12K1UZ "Continental is to build a new manufacturing plant in Central Lithuania to expand automotive electronics production in Europe. The plant is to manufacture door and seat control units, gateways, intelligent glass control units, radar sensors for adaptive cruise control and emergency braking assistance systems." www.xinhuanet.com/english/2017-10/31/c_136715812.htm

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 horas

Mais um call center em Portugal. Indian call center. All aboard.

Anónimo Há 3 horas

Se não fossem as reformas da troika, incompletas e em processo de reversão em curso, nem estes centros de serviços vinham para Portugal. Já a Eslovénia, a Lituânia e todas as economias onde se liberalizaram os mercados de factores, modernizou o Estado e reformaram as instituições, recebem outros investimentos que Portugal não atrairá com este enquadramento político-legal das esquerdas unidas. "Japanese Yaskawa to build robot factory in Slovenia" https://www.reuters.com/article/us-slovenia-yaskawa/japanese-yaskawa-to-build-robot-factory-in-slovenia-pm-idUSKCN12K1UZ "Continental is to build a new manufacturing plant in Central Lithuania to expand automotive electronics production in Europe. The plant is to manufacture door and seat control units, gateways, intelligent glass control units, radar sensors for adaptive cruise control and emergency braking assistance systems." www.xinhuanet.com/english/2017-10/31/c_136715812.htm

Anónimo Há 3 horas

O interesse da Google por Portugal surgiu motivado pelo websummit no contexto da reestruturação que Portugal fez sob a égide da troika. O evento só se mudou para Portugal por causa do governo da PAF e já está a pensar sair daqui a sete pés que os tipos vivem cá, já conhecem o que a casa gasta e não são parvos. Obrigado Pedro Passos Coelho. Valeu o esforço, a visão e as boas intenções mas metade deste país não te merece.

Anónimo Há 3 horas

O interesse da Google por Portugal surgiu motivado pelo websummit no contexto da reestruturação que Portugal fez sob a égide da troika. O evento só se mudou para Portugal por causa do governo da PAF e já está a pensar sair daqui a sete pés que os tipos vivem cá, já conhecem o que a casa gasta e não são parvos. Obrigado Pedro Passos Coelho. Valeu o esforço, a visão e as boas intenções mas metade deste país não te merece.

ver mais comentários
pub