Agricultura e Pescas Governo abre concurso para apoio de 80 milhões em investimentos na agricultura

Governo abre concurso para apoio de 80 milhões em investimentos na agricultura

O Ministério da Agricultura iniciou o período de candidaturas de duas novas medidas no âmbito do PDR 2020. Em causa estão apoios de 80 milhões de euros.
Governo abre concurso para apoio de 80 milhões em investimentos na agricultura
Miguel Baltazar
Negócios 12 de Dezembro de 2016 às 19:30

O Governo abriu a fase de candidaturas das medidas para "investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas" (3.3.1) e para "investimentos na exploração agrícola" (3.2.1), anunciou esta segunda-feira, 12 de Dezembro.

Os dois concursos – que segundo o calendário do PDR 2020 disponível no "site" oficial estavam previstos para abrir em Novembro - decorrem até Março de 2017. Fazem parte do Plano De Desenvolvimento Rural (PDR 2020), financiado por Bruxelas. Segundo o comunicado do ministério liderado por Luís Capoulas Santos, o montante global agora disponibilizado nas duas medidas é de "80 milhões de euros".

De acordo com um comunicado do Ministério da Agricultura, na área dos "investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas", o objectivo é "apoiar a realização de investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas destinados a melhorar o desempenho competitivo das unidades industriais, através do aumento da produção, da criação de valor baseada no conhecimento, em processos e produtos inovadores, na melhoria da qualidade dos produtos, numa gestão eficiente dos recursos, no uso de energias renováveis".

Na medida 3.2.1, sobre "investimento na exploração agrícola", a meta é "apoiar a realização de investimentos na exploração agrícola destinados a melhorar o desempenho e a viabilidade da exploração, aumentar a produção, criar valor, melhorar a qualidade dos produtos, introduzir métodos e produtos inovadores e garantir a sustentabilidade ambiental da exploração".

O ministro da Agricultura, citado na nota enviada às redacções, defende que os dois concursos vão "impulsionar o investimento no sector através da implementação de uma nova dinâmica no programa de apoio, recuperando atrasos e colocando novos apoios ao serviço da agricultura".

"Não há tempo a perder, o Governo tem feito um esforço grande para garantir também o nível de investimento no sector, que vai agora ser reforçado com este novo pacote de ajudas", acrescenta no comunicado.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub