Aviação Governo acredita que gestão da ANA e concurso do SEF diminuem horas de espera em Lisboa

Governo acredita que gestão da ANA e concurso do SEF diminuem horas de espera em Lisboa

Há um novo concurso para 45 novos funcionários do SEF, diz Constança Urbano de Sousa. O sindicato defendeu, na semana passada, que são precisos "pelo menos", 200 trabalhadores.
Governo acredita que gestão da ANA e concurso do SEF diminuem horas de espera em Lisboa
Miguel Baltazar/Negócios
Diogo Cavaleiro 24 de julho de 2017 às 12:52

O Governo acredita que os problemas das horas de espera no aeroporto de Lisboa poderão ser colmatados pelo novo concurso de novos funcionários do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e por medidas de gestão de voos, a cargo da ANA.

 

Em declarações aos jornalistas esta segunda-feira, 24 de Julho, a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, afirmou que existe "um número muito significativo" de inspectores do SEF a fazer os controlos das chegadas de países terceiros ao aeroporto de Lisboa.

Questionada sobre novos inspectores, a governante afirmou, segundo declarações transmitidas pela RTP3, que está a decorrer um novo concurso que visa a entrada de 45 novos funcionários naquele serviço. Concluído o processo, começará o curso de formação e a admissão poderá acontecer "já no próximo ano", afirmou.

O Expresso avançou este fim-de-semana que, segundo a monitorização feita pela ANA, os tempos de espera no aeroporto já chegaram a três horas para quem chega de fora da União Europeia. Carlos Lacerda, que preside à gestora aeroportuária, admite que os tempos de espera "não são aceitáveis".


Ao Correio da Manhã, o presidente do sindicato do SEF disse, na semana passada, que são precisos, "com urgência", "pelo menos 200 inspectores", enquanto o presidente da ANA, Carlos Lacerda, tem dito que os efectivos que existem actualmente são suficientes. 

 

Constança Urbano de Sousa disse esta segunda-feira, igualmente, que há "outras medidas implementadas pela ANA", gestora do aeroporto. Um dos aspectos é a "melhor gestão do fluxo, para que as pessoas não desembarquem todas ao mesmo tempo, e outra série de medidas para facilitar o trabalho do SEF".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub