Transportes Governo anuncia expansão do Metro do Porto dentro de duas semanas

Governo anuncia expansão do Metro do Porto dentro de duas semanas

No dia 20 de Dezembro, o presidente da Câmara do Porto declarou-se "convicto" de que a cidade não vai ficar de fora da expansão da rede de metro, porque o investimento vai ser decidido com base "em estudos de procura".
Governo anuncia expansão do Metro do Porto dentro de duas semanas
Paulo Duarte/Negócios
Lusa 23 de janeiro de 2017 às 12:38
O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, afirmou hoje que anunciará no dia 7 de Fevereiro a decisão quanto à expansão da rede do Metro do Porto.

"As razões da evolução da rede do Metro do Porto são claras, objectivas. Naturalmente que tendo impacto forte no território [o assunto] tem de ser discutido com as autarquias, mas, com o devido respeito, [as decisões] não partem de vontades, partem de um estudo que foi feito", disse Matos Fernandes aos jornalistas.

Falando à margem da cerimónia de entrega dos prémios Green Project Awards 2016, no Porto, o ministro do Ambiente com a tutela dos transportes referiu será no dia 7 de Fevereiro que o estudo da Metro do Porto sobre as próximas ligações do metropolitano a construir será "apresentado a todos".

No dia 20 de Dezembro, o presidente da Câmara do Porto declarou-se "convicto" de que a cidade não vai ficar de fora da expansão da rede de metro, porque o investimento vai ser decidido com base "em estudos de procura".

"Estou confiante que, mediante os estudos de procura, ficaremos bem servidos. O Porto não vai ficar de fora, porque sabemos onde está a procura", frisou Rui Moreira, na reunião camarária pública do executivo.

"Para o Porto é bom que haja uma decisão com base nisto [estudos de procura] e não com base em politiquices", frisou.

O antigo presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP), Hermínio Loureiro, afirmou também em Dezembro, ser "fundamental" que durante o 1.º trimestre de 2017 fique fechado o desenho das linhas que devem avançar na expansão da rede do Metro do Porto.

Afirmando que a expansão da rede do Metro do Porto é "absolutamente imprescindível e indiscutível", Hermínio Loureiro disse que o próximo passo, depois de garantido um investimento de "280 milhões de euros ou mais", é "procurar as convergências necessárias" para a Área Metropolitana do Porto (AMP) definir quais as linhas a construir.

O Conselho Metropolitano do Porto vai reunir-se em reunião ordinária na sexta-feira, não sendo ainda conhecida a ordem de trabalhos da agenda, além da eleição do seu novo presidente, que deverá ser o autarca de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa (PSD).

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Lembrete 23.01.2017

Atenção vai ser preciso pagar os swaps...

pub
pub
pub
pub