Transportes Governo autoriza Metro do Porto a adjudicar à Barraqueiro subconcessão por sete anos

Governo autoriza Metro do Porto a adjudicar à Barraqueiro subconcessão por sete anos

O Governo já autorizou a Metro do Porto a avançar com a adjudicação do contrato da subconcessão da operação e manutenção da rede até 2025 à Barraqueiro SGPS, foi hoje anunciado.
Governo autoriza Metro do Porto a adjudicar à Barraqueiro subconcessão por sete anos
Paulo Duarte/Negócios
Lusa 27 de novembro de 2017 às 13:50

Segundo fonte da Metro do Porto, a autorização governativa foi dada na sexta-feira, através de "despacho conjunto subscrito pelo secretário de Estado Adjunto e das Finanças e pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente".

 

A fonte da empresa de transporte público acrescentou à Lusa que o contrato deverá ser assinado com a Barraqueiro dentro de "duas a três semanas".

 

Após a assinatura do contrato, o mesmo será submetido ao Tribunal de Contas para obtenção de visto prévio.

 

A Metro do Porto anunciou no dia 18 de Outubro que a Barraqueiro SGPS venceu o concurso para a subconcessão da Metro do Porto por sete anos, apresentando a "melhor proposta" para garantir a operação e manutenção do sistema por sete anos, no valor de 204 milhões de euros.

 

O anúncio do concurso, publicado no Diário da República no dia 23 de Junho, previa para 25 de Setembro o último dia para apresentação de propostas. Contudo, a Metro do Porto prorrogou esse prazo por 11 dias, "devido à necessidade de prestação de esclarecimentos aos potenciais concorrentes e de acordo com o previsto no programa do concurso".

 

A Barraqueiro vai garantir a operação e a manutenção do sistema de metro ligeiro da Área Metropolitana do Porto (AMP) por um período de sete anos, a partir de 1 de Abril do próximo ano e até Março 2025.

 

"Realizado em regime de parceria público-privada, o procedimento compreende toda a operação regular do Metro -- área onde se incluí segurança e apoio aos clientes -, bem com as grandes revisões da frota de material circulante, as grandes manutenções de sistemas técnicos e do sistema de bilhética" durante os sete anos, acrescentou a empresa.

 

A Barraqueiro já lidera o consórcio ViaPorto, que é responsável pela operação da rede do metro desde 2010.

 

A rede do Metro do Porto é composta por seis linhas e 82 estações, servindo sete concelhos da AMP e movimentando perto de 60 milhões de clientes por ano.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar