Banca & Finanças Governo espanhol estuda agilizar saída de empresas da Catalunha. Sabadell escolhe Alicante

Governo espanhol estuda agilizar saída de empresas da Catalunha. Sabadell escolhe Alicante

O Banco Sabadell aprovou esta quinta-feira à tarde a mudança da sua sede para fora da Catalunha, sem esperar por uma possível declaração unilateral de independência, avança o Expansión. A nova sede ficará em Alicante.
Governo espanhol estuda agilizar saída de empresas da Catalunha. Sabadell escolhe Alicante
Reuters
Carla Pedro 05 de outubro de 2017 às 18:11

O conselho de administração do banco catalão Sabadell decidiu, em reunião extraordinária esta quinta-feira, mudar a sua sede social para Alicante, avançam o El País e La Vanguardia.

 

Madrid era também uma possibilidade, mas o "board" decidiu-se por Alicante por a Comunidade Valenciana ser a região mais importante para o banco depois da Catalunha, sublinha o Expansión.

A decisão acontece no mesmo dia em que a imprensa espanhola avança que o governo de Mariano Rajoy está a ponderar aprovar um decreto que facilite a saída rápida de empresas da Catalunha. Esta possibilidade será debatida amanhã em conselho de ministros.

 

A avançar, esse decreto-lei permitirá ao CaixaBank - dono do BPI - mudar a sua sede sem ter se convocar Assembleia Geral de Accionistas, recorda o El País. O Sabadell pôde fazê-lo porque essa possibilidade já tinha sido anteriormente aprovada em reunião magna, com o banco a ter autoridade para transferir o seu domicílio fiscal, se necessário, em apenas 24 horas.

A queda das acções do sector financeiro espanhol nos últimos dias, com destaque para os bancos catalães Sabadell e CaixaBank, arrastou também o índice de referência Ibex 35.

 

E foi o movimento de perdas em bolsa e o receio dos clientes com os seus depósitos que precipitou a activação dos planos de contingência, salienta o La Vanguardia.

 

Na sessão bolsista de hoje, a tendência inverteu-se e a bolsa espanhola fechou a somar mais de 2%, naquele que foi o melhor desempenho da Europa Ocidental. Na banca, o Sabadell encerrou a disparar 6,16% e o CaixaBank escalou 4,93%.

A impulsionar este movimento altista de hoje esteve o relato de que os separatistas catalães estariam a tentar encontrar uma forma de protelar uma declaração definitiva de independência ajudou ao optimismo em Espanha. Isto depois de o Tribunal Constitucional espanhol ter decretado a suspensão da sessão do Parlamento catalão sobre o referendo que estava agendada para a próxima segunda-feira.

 

Contudo, o Sabadell não quis esperar para ver. Depois de já ter sido avançado que tanto o CaixaBank como o Sabadell estavam a estudar a retirada das suas sedes da Catalunha, a entidade liderada por Jaime Guardiola Romojaro decidiu avançar mesmo com essa decisão.

Já a administração do CaixaBank, segundo apurou o La Vanguardia, vai reunir-se amanhã para debater também a mudança da sede social para as Baleares e evitar as incertezas em torno de uma possível independência da Catalunha. 


(notícia actualizada às 18:55)




Saber mais e Alertas
pub