Empresas Governo nomeia Francisco Lima para o INE e Ponce Leão para a NAV

Governo nomeia Francisco Lima para o INE e Ponce Leão para a NAV

O Conselho de Ministros desta quinta-feira aprovou a nomeação de gestores para várias entidades públicas.
Governo nomeia Francisco Lima para o INE e Ponce Leão para a NAV
Ponce Leão passa da ANA para a NAV
Pedro Elias/Negócios
Negócios 11 de janeiro de 2018 às 15:52

O Governo aprovou hoje a nomeação de Francisco Lima para presidente do Instituto Nacional de Estatística, que vai substituir Alda Carvalho no cargo. Foram também nomeados dois vogais para o conselho de administração do instituto de estatísticas: Carlos Manuel Matias Coimbra, que é vogal desde 2011 e Maria João Tavares Zilhão, que substitui Maria Cordeiro.

 

Francisco Lima é doutorado em Economia pela Universidade Nova e começou a leccionar no Técnico em 2003, com enfoque em engenharia industrial, microeconomia e métodos quantitativos. No ano passado, em Março, foi nomeado coordenador da licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial e do mestrado em Engenharia e Gestão Industrial da escola de engenharia da Universidade de Lisboa.

 

No Conselho de Ministros desta quinta-feira o Governo avançou também com a nomeação de Jorge Ponce de Leão para o "cargo de presidente do conselho de administração da Navegação Aérea de Portugal — NAV Portugal, atendendo à cessação do mandato do anterior titular".

 

Ponce de Leão sucederá no cargo a Albano Coutinho, que apresentou a 29 de Setembro a sua demissão do cargo que ocupava desde 1 de Julho de 2016. Francisco Fernandes Gil e Egídia Pinto de Queiroz Martins vão permanecer como vogais da administração da NAV.

 

Ponce Leão sairá assim da presidência da ANA, sendo que o seu lugar será ocupado por José Luís Arnaut.


Por fim, o Conselho de Ministros nomeou Maria Manuela de Carvalho Álvares e Rogério Joaquim Nogueira de Carvalho para os cargos de vogais do conselho de administração da Entidade Reguladora da Saúde.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
beachboy Há 1 semana

...e que tal abrir concursos para os lugares disponíveis na administração pública?...
...ou vamos viver na promiscuidade eternamente?...

pub