Transportes Governo prepara negociação com a Brisa

Governo prepara negociação com a Brisa

O ministro do Planeamento diz que quer negociar com a concessionária obrigações relativas à redução de ruído e pagamentos que o Estado já fez por obras que não estão realizadas.
Governo prepara negociação com a Brisa
Bruno Simão/Negócios
Maria João Babo 07 de Novembro de 2016 às 12:55

O ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, afirmou esta segunda-feira no Parlamento que o Governo está a preparar uma negociação com a Brisa, "focada nas obras que são obrigações da concessionária, obrigações em relação à redução de ruído, em pagamentos que o Estado ja fez à Brisa por obras que não estão realizadas".


"É uma abordagem integrada ao dossiê que o Governo anterior abriu e não tocou", afirmou o ministro, que acusou o Executivo de Passos Coelho de ter colocado este processo, anunciado em 2013, "na gaveta".

 

"A minha prioridade é iniciar um dossiê que o governo anterior abriu e depois pôs na gaveta, que é o tal elefante na sala que são as concessões da brisa", afirmou no parlamento Pedro Marques.

 

"Acusam-me a mim de não ter resultados num ano, quando vocês até ao final do Governo não fizeram nada em relação ao dossiê Brisa", criticou.

 

Além da renegociação do conjunto das parcerias público-privadas, o Executivo anterior decidiu abrir negociações também com a Brisa (liderada por Vasco de Mello, na foto) e a Lusoponte, concessionárias de vias com portagem real.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub