Banca & Finanças Governo reabre privatização do Efisa

Governo reabre privatização do Efisa

O secretário de Estado Adjunto e das Finanças já deu autorização para que a Participadas lance o processo de alienação do banco.
Governo reabre privatização do Efisa
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 01 de setembro de 2017 às 11:27

O Governo vai reabrir o processo de privatização do banco Efisa, escreve o Jornal Económico desta sexta-feira, 1 de Setembro.

A publicação concretiza que o secretário de Estado Adjunto e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix (na foto), já deu autorização para reiniciar o processo de venda do banco de investimento que fazia parte do antigo BPN.


Bruno Castro Henriques, presidente da Parvalorem, confirmou que "a tutela deu instrução para a Participadas preparar e lançar um processo de alienação para o Banco Efisa" esta semana.


O concurso foi cancelado em Abril passado, não se efectivando a venda à Pivot, de que o antigo ministro Miguel Relvas é accionista, num negócio de 38 milhões de euros.


O Jornal Económico refere agora existirem interessados em analisar as contas para entregar propostas de compra.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Virgílio Lopes Há 2 semanas

Este Félix Mourinho, um PSD infiltrado no governo, lá vai fazer um favorzinho ao seu amigo Relvas.
Surpresa ?
Nenhuma !

Anónimo Há 2 semanas

Agora que o relvas já mandou dizer que está licenciado, já podem oferecer o ouro ao bandido

pub
pub
pub
pub