Agricultura e Pescas Governo vai apoiar agricultores afectados por tornados no Baixo Alentejo

Governo vai apoiar agricultores afectados por tornados no Baixo Alentejo

O Governo vai disponibilizar 750 mil euros para apoiar o restabelecimento do potencial produtivo das explorações agrícolas de freguesias de cinco concelhos do Baixo Alentejo afectadas por tornados no passado mês de Outubro.
Governo vai apoiar agricultores afectados por tornados no Baixo Alentejo
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 16 de Novembro de 2016 às 12:19

Segundo o Ministério da Agricultura, o apoio destina-se a agricultores com explorações afectadas nas freguesias de Salvada e Quintos (Beja), Faro do Alentejo (Cuba), Alcaria Ruiva (Mértola), Brinches, Salvador e Santa Maria, Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo e Vila Verde de Ficalho (Serpa) e Pedrógão (Vidigueira), que foram "varridas por ventos de intensidade extrema" nos dias 24 e 25 de Outubro.

 

O apoio destina-se "a assegurar o restabelecimento do potencial produtivo" das explorações afectadas e abrange animais, plantações plurianuais, máquinas, equipamentos, armazéns e outras construções de apoio à actividade agrícola, explica o ministério, num comunicado enviado à agência Lusa.

 

O apoio, a fundo perdido, atinge 80% da despesa elegível no caso dos agricultores com seguro e 50% da despesa elegível no caso dos restantes agricultores.

 

Fonte do Ministério adiantou esta quarta-feira, 16 de Novembro, à Lusa que o despacho do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, que determina a abertura e estabelece as condições para apresentação das candidaturas ao apoio já seguiu para publicação em Diário da República.

 

As declarações de prejuízos têm de ser entregues até dia 30 deste mês na Direcção Regional de Agricultura e Pescas (DRAP) do Alentejo e os agricultores deverão submeter o formulário electrónico que formaliza a candidatura até dia 15 de Dezembro.

 

A fase de verificação dos prejuízos por parte da DRAP Alentejo irá decorrer até dia 31 de Janeiro de 2017.

 

Os investimentos elegíveis para o restabelecimento do potencial produtivo das explorações afectadas já podem ser efectuados desde que sejam previamente comunicados à DRAP Alentejo nos termos do despacho. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub