Imobiliário Grão-Pará reduz prejuízos para 156 mil euros

Grão-Pará reduz prejuízos para 156 mil euros

A empresa conseguiu resultados operacionais positivos devido à descida dos custos.  
Negócios 31 de agosto de 2017 às 16:31

O Grupo Grão-Pará, que está cotado na praça portuguesa, fechou o primeiro semestre com um resultado líquido negativo de 156 mil euros, o que representa um desagravamento face ao registado no mesmo período do ano passado (-177 mil euros).

Os prejuízos da empresa que actua no sector imobiliário são explicados pelos resultados financeiros negativos, que até se deterioraram ligeiramente. Passaram de -261 mil euros nos primeiros seis meses do ano, para 267 mil euros na primeira metade de 2017.

A descida dos prejuízos está relacionada com a descida dos custos operacionais, que passaram de 88,3 mil euros no primeiro semestre do ano passado para 59,5 mil euros nos primeiros seis meses deste ano.

Quanto aos proveitos operacionais aumentaram ligeiramente para 68 mil euros, o que permitiu à cotada atingir resultados operacionais positivos (8,5 mil euros).

No comunicado com a apresentação de resultados, a Grão-Pará afirma que "a retomada do consumo estendeu-se ao mercado imobiliário, tendo no primeiro semestre retomado as vendas de fracções do Espaço Chiado, permitindo a desejada diminuição das nossas responsabilidades bancárias".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub