Aviação Greve força passageiros a chegarem quatro horas antes aos aeroportos

Greve força passageiros a chegarem quatro horas antes aos aeroportos

A ANA-Aeroportos de Portugal recomenda aos passageiros não-Schengen que cheguem, nos dias 24 e 25 de Agosto, com quatro horas de antecedência aos aeroportos, por causa da greve do SEF.
Greve força passageiros a chegarem quatro horas antes aos aeroportos
Celso Filipe 22 de agosto de 2017 às 13:37

A ANA – Aeroportos de Portugal está a recomendar aos passageiros não Schengen que cheguem ao aeroportos nacionais com, pelo menos, quatro horas de antecedência nos dias 24 e 25 de Agosto, devido à greve do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) marcada para esses dias.

 

A ANA, em comunicado, considera como "previsível que os procedimentos de controlo de passaportes prestados pelo SEF sofram atrasos" e identifica os destinos que serão afectados nesses dias: Bulgária, Croácia, Ilhas Faroé, Irlanda, Reino Unido, Roménia, Rússia, Turquia, Ucrânia e todos os voos para fora da Europa.

 

No pré-aviso que justifica a realização da greve, os trabalhadores do SEF exigem a abertura de um concurso externo para a admissão de 200 novos inspectores e a "publicação imediata do regime de piquete e prevenção da carreira de investigação e fiscalização do SEF, negociado há ano e meio e que continua parado no Ministério das Finanças"

 

Tal como o Negócios adiantou a 17 de Agosto, esta paralisação do SEF poderá afectar, só no aeroporto de Lisboa, 30 mil passageiros e 85 voos.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub