Media Grupo editorial Time anuncia cortes depois de prejuízos semestrais

Grupo editorial Time anuncia cortes depois de prejuízos semestrais

O grupo anunciou um plano que visa eliminar mais de 400 milhões de dólares de custos, principalmente nos próximos 18 meses.
Grupo editorial Time anuncia cortes depois de prejuízos semestrais
Bloomberg
Negócios 08 de agosto de 2017 às 17:48
O grupo editorial Time anunciou esta terça-feira um plano para cortar 400 milhões de dólares (340 milhões de euros) em gastos, depois de ter registado no primeiro semestre um prejuízo de 72 milhões de dólares.

Proprietário de revistas como Time, People, Fortune ou Sports Illustrated, o grupo viu cair a sua facturação devido a uma menor circulação de publicações impressas e a uma redução das receitas publicitárias.

Entre Janeiro e Junho, a Time teve um volume de negócios de 1.330 milhões de dólares (1.459 milhões no mesmo período do ano anterior) e registou um prejuízo de 72 milhões de dólares, quando há um ano teve um lucro de 8 milhões.

O grupo anunciou um plano de transformação estratégica com o qual pretende reduzir mais de 400 milhões de dólares em gastos, principalmente nos próximos 18 meses.

"Com este programa, esperamos conseguir poupanças significativas e investir no nosso futuro", disse numa nota o presidente do conselho de administração, Rich Battista.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar