Research Haitong atribui potencial de subida de 11% às acções da REN

Haitong atribui potencial de subida de 11% às acções da REN

O banco de investimento reiniciou a cobertura das acções da REN com um preço-alvo de 3,05 euros e uma recomendação de "comprar".
Haitong atribui potencial de subida de 11% às acções da REN
Nuno Carregueiro 25 de julho de 2017 às 11:03

A REN apresenta uma das avaliações "mais atractivas entre as cotadas europeias do sector", de acordo com o Haitong, que reiniciou a cobertura dos títulos com uma recomendação de "comprar" e um preço-alvo de 3,05 euros.

 

A avaliação incorpora um potencial de valorização de 11% face ao preço de fecho de segunda-feira, 24 de Julho. "Continuamos a ver a REN como uma cotada com um preço atractivo e uma opção de baixo risco no sector das utilities, que continua a transaccionar com um desconto significativo face às pares de transporte de energia", refere o banco de investimento.

 

Tendo em conta o rácio EV/EBITDA estimado para 2018, o Haitong calcula que a REN transacciona em bolsa com um desconto de 21% face às pares europeias, enquanto o "dividend yield" estimado para o próximo ano está mais de um ponto percentual acima da média.

 

"A avaliação da REN é uma das mais atractivas e, na nossa opinião, não reflecte de forma adequada a estabilidade da regulação", refere o Haitong, que espera que os resultados que a empresa vai apresentar a 27 de Julho, "como habitual, não tenham grande impacto nas acções".

 

Vai ser definido um novo quadro regulatório para o sector energético, que arranca em Janeiro de 2018, sendo que o Haitong estima um corte de 20 pontos base na remuneração dos activos regulados "mas sem grandes alterações" noutras áreas.

 

O banco também alterou as suas perspectivas para a empresa liderada por Rodrigo Costa (na foto) de modo a reflectir a recente aquisição da EDP Gas, bem como o aumento de capital de 250 milhões de euros para financiar a operação, "que vai permitir à REN manter o ‘rating’ no nível de qualidade e o dividendo por acção de 17,1 cêntimos".

 

As acções da REN sobem 0,29% para 2,763 euros.    

   

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Dddddd 25.07.2017

GRANDES ESPECULADORES, A TENTAR ENGANAR OS MAIS DISTRAIDOS. DEVEM ESTAR AFLITOS COM AS AÇOES DA REN. TUDO VAI DESCAMBAR DENTRO DE DIAS.

pub