Research Haitong atribui potencial de valorização de 35% à Ibersol

Haitong atribui potencial de valorização de 35% à Ibersol

O Haitong reviu em alta o preço-alvo da Ibersol, depois de concluída a compra da espanhola Eat Out.
Haitong atribui potencial de valorização de 35% à Ibersol
Paulo Duarte/Negócios
Alexandra Machado 01 de Dezembro de 2016 às 08:53

O Haitong subiu o preço-alvo da Ibersol, para 15,9 euros, face aos anteriores 12,5 euros, dando-lhe um potencial de valorização de 35% face aos 11,75 euros a que está a negociar em bolsa.

Numa nota de "research", o banco de investimento subiu o preço-alvo da empresa em 27%, reiterando a recomendação de compra, argumentando com a cotação que considera a desconto face à avaliação e em relação aos congéneres.


Os argumentos passam ainda pelo múltiplo valor da empresa/EBITDA, abaixo dos pares e que é, por isso, "um atractivo" ponto de entrada. As acções negoceiam, este ano, em alta de 58%, explicado pelo desempenho operacional e com a expectativa de aumentar mais essa rentabilidade, tendo em conta a descida no IVA da restauração que terá o seu efeito pleno no primeiro semestre de 2017, sem se esperar uma relevante descida nos preços de venda.

Por outro lado, a Ibersol deverá abrir 15 novas lojas em 2017, admitindo-se que possa beneficiar com o crescimento económico esperado para Portugal.


O Haitong fala ainda da potencial criação de valor com a aquisição da Eat Out, estimando o Haitong que desde o primeiro dia da integração que o impacto nos resultados seja visível, e na cada dos 6-7 milhões de euros.

Apesar de no momento o Haitong assumir que esta fusão será neutra ao nível das sinergias nos custos, não é, no entanto, de afastar, acrescenta o banco de investimento, que no futuro a Ibersol consiga algum poder negocial junto dos fornecedores com a duplicação do negócio. 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub