Banca & Finanças Haitong: Foi Ricciardi que se demitiu para desenvolver actividades de "índole diferente"

Haitong: Foi Ricciardi que se demitiu para desenvolver actividades de "índole diferente"

José Maria Ricciardi tinha como foco acelerar a integração do ex-BESI no Haitong. Esse trabalho foi fechado e o membro da família Espírito Santo demitiu-se, indo agora desenvolver "actividades profissionais de índole diferente das actuais".
Haitong: Foi Ricciardi que se demitiu para desenvolver actividades de "índole diferente"
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 12 de dezembro de 2016 às 18:46

José Maria Ricciardi saiu do Haitong por decisão própria. Essa é a indicação que consta de um comunicado divulgado esta segunda-feira, 12 de Novembro, três dias depois da notícia da demissão.

 

"Considerando que o principal objectivo que José Maria Ricciardi vinha prosseguindo no banco já foi alcançado, este solicitou ao CEO Qu Qiuping que aceitasse a sua demissão enquanto membro do conselho de administração e CEO do Haitong Bank, tendo-o informado, ainda, que desenvolverá actividades profissionais de índole diferente das actuais", assinala o comunicado enviado às redacções.

 

O principal objectivo que o Haitong defende estar concluído é a concretização da aquisição (do ex-BES Investimento por parte do grupo de Hong Kong) e a integração do banco no grupo. A aquisição foi anunciada em Dezembro do ano passado e concluída em Setembro de 2015, envolvendo 379 milhões de euros.

 

O CEO do Haitong "informou compreender e aceitar o pedido" de Ricciardi, que permaneceu no BESI mesmo depois do fim do BES. "Reitera, ainda, [o CEO] que o Grupo Haitong está particularmente satisfeito e agradece o trabalho feito pelo CEO José Maria Ricciardi na integração do banco no grupo, isto é, desde que se tornou quadro do Grupo Haitong". 

 

Foi a 8 de Dezembro, feriado, que Ricciardi e o CEO do grupo chinês, Qu Qiuping, se "reuniram de modo a proceder ao balanço de um ano de integração do banco no grupo". Um dia depois, foi noticiada a saída, que o banco confirmou. Mas sem, aí, indicar nem o motivo nem quem havia pedido a demissão. "Informa-se que o Dr. José Maria Ricciardi cessou hoje as suas funções como membro do conselho de administração e presidente da comissão executiva do Haitong Bank, S.A".

Apesar da saída, o banqueiro português "aceitou continuar no futuro a sua cooperação com o Grupo Haitong".

 

Neste momento, ainda não há novidades sobre o substituto: "a continuidade da gestão do banco será assegurada pela actual comissão executiva do conselho de administração, sob a responsabilidade do chairman Hiroki Miyazato, até à nomeação formal de um novo Líder Executivo prevista para 16/12". 

Ricciardi ficara no BESI, e depois no Haitong, depois da guerra que teve com Ricardo Salgado no BES. No final de 2013, tentou substituir o primo na liderança do grupo mas acabou por não ter o apoio dos restantes ramos da família Espírito Santo. A saída ocorre depois de ter tentado mediar a venda do Novo Banco ao grupo chinês Minsheng Financial, que está ainda entre os finalistas pela instituição financeira. 




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 13.12.2016

DDT.......

ESTÁ DE VOLTA.....

AFINAL AINDA TEM MUITO DINHEIRO EM SINGAPURA

Anónimo 13.12.2016

Negocios, Negocios! Tantos fretes porquê? O BES desmoronou e houve um sobrevivente. Porque será? A vingança do chinês. Demora mas chega.

Cretinos 13.12.2016

E acham que acreditamos nessa desculpa esfarrapada ? são mesmo cretinos

Anónimo 13.12.2016

Um labrego. Devia era pedir aos três tipos da Caixa que não saem como negociar uma boa indemnização! Alguém sai em Dez quando a banca paga prêmios em Fev? Estranho.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub