Comércio H&M estagna vendas em Portugal em 2016

H&M estagna vendas em Portugal em 2016

No último ano fiscal, as vendas da cadeia sueca mantiveram o seu volume em Portugal. O país não contribuiu assim para a subida de 7% no indicador a nível global.
H&M estagna vendas em Portugal em 2016
Negócios 31 de janeiro de 2017 às 11:44

As vendas da H&M estagnaram em Portugal no último ano. A cadeia sueca de vestuário vendeu o equivalente a 134,7 milhões de euros - 1.272 milhões de coroas suecas.

No ano anterior, o indicador fixou-se nos 135,1 milhões de euros, o correspondente a 1.276 milhões de coroas suecas.


O relatório e contas relativo ao período entre 1 de Dezembro de 2015 e 30 de Novembro de 2016 refere, por isso, uma evolução de 0% nas vendas. Se analisados os dados em euros, há uma quebra de 1%.


A H&M conta com 31 lojas em Portugal, após a abertura de uma nova loja.


A nível global, onde a marca tem 4.350 lojas em 64 mercados e cerca de 161 mil trabalhadores, as vendas aumentaram 7% para os 222.865 milhões de coroas suecas ou 23.598 milhões de euros, se contabilizado o IVA.


Já o lucro bruto fixou-se nos 106.177 milhões de coroas suecas ou 11.242 milhões de euros. O valor foi "negativamente afectado pelo aumento nas reduções de preços" e custos relacionados com um dólar norte-americano mais forte.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 3 semanas

Este grupo faz parte da equipa que compra quase tudo na ásia e vende em Portugal pagando, provavelmente, no final os impostos num paraíso fiscal.
Derretem-nos até ao tutano.

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Este grupo faz parte da equipa que compra quase tudo na ásia e vende em Portugal pagando, provavelmente, no final os impostos num paraíso fiscal.
Derretem-nos até ao tutano.

pub
pub
pub
pub