Banca & Finanças Horta Osório prepara corte de mil empregos no Lloyds

Horta Osório prepara corte de mil empregos no Lloyds

A medida faz parte do plano estratégico que o banco britânico vai apresentar no final deste mês.
Horta Osório prepara corte de mil empregos no Lloyds
Bloomberg
Negócios com Bloomberg 05 de fevereiro de 2018 às 16:00

O Lloyds vai eliminar mil postos de trabalho em seis áreas de actividade do banco britânico, no âmbito do novo plano estratégico que o CEO, António Horta Osório, se prepara para apresentar.

 

O banco informou os trabalhadores no mês passado que a maioria dos cortes ocorrerá nas áreas de banca comercial, departamento de informação, risco, banca comunitária, seguros e gestão de activos, noticia a Bloomberg citando uma fonte oficial.

 

"Vamos tentar cumprir o plano através de rescisões voluntárias", referiu a fonte oficial, adiantando que só em último recurso haverá lugar a rescisões forçadas".

 

A apresentação do plano estratégico do Lloyds para os próximos três anos está prevista para 21 de Fevereiro. Os analistas esperam que Horta Osório anuncie mais medidas de corte de custos e investimento em tecnologia à medida que os clientes aumentam a procura de serviços online.

 

"Quando se está a operar num ambiente onde não existe expectativa de crescimento das receitas e as imparidades já estão em mínimos históricos, o único indicador que realmente podem mexer para influenciar o crescimento dos lucros é o corte de custos com a força de trabalho a ser a mais afectada", afirmou Gary Greenwood, analista da Shore Capital.        

 




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

É uma inteligência, o crânio que este tipo tem de ter, uma alma nunca vista. De certeza que as ações do Banco sobem e ele vai ter um excelente bónus. Para o ano há mais. Brilhante, a bondade em pessoa.

pertinaz Há 2 semanas

...E O BREXIT VEM AÍ...

beachboy Há 2 semanas

...enfim, não há actividade económica por terras de Sua Majestade!...
...e os Bancos acompanham a tendência!...
...o definhamento segue o seu curso!...

O progresso é imparável, mas repetitivo Há 2 semanas

Já lá vai o tempo (80 anos) que eram eliminados. Hoje em dia limitam-se a despedi-los. A duvida é saber o que será mais rápido e indolor.

ver mais comentários
pub