Turismo & Lazer Hotelaria portuguesa gerou mais de 3.000 milhões em 2016

Hotelaria portuguesa gerou mais de 3.000 milhões em 2016

O estudo da Informa D&B mostra que o volume de negócios dos estabelecimentos hoteleiros em Portugal, nas diferentes tipologias, cresceu 17% no ano passado. A um ritmo superior à evolução dos hóspedes e dormidas.
Hotelaria portuguesa gerou mais de 3.000 milhões em 2016
The 7 Hotel
Wilson Ledo 31 de julho de 2017 às 13:51

O volume de negócios da hotelaria portuguesa atingiu os 3.075 milhões de euros em 2016. A conclusão é do estudo "Estabelecimentos hoteleiros" da Informa D&B divulgado esta segunda-feira, 31 de Julho.

O indicador revela assim uma subida de 17% face ao ano anterior. O ritmo de crescimento do volume de negócios é superior ao registado no número de hóspedes e dormidas, ambos a roçar os 10%. Desta forma, comprova-se um crescimento do sector assente numa subida dos preços praticados.


Os estabelecimentos hoteleiros em Portugal – onde se incluem modalidades como pensões, pousadas ou apartamentos turísticos – registaram 19 milhões de hóspedes. Destes, 14,7 milhões optou por hotéis.


As dormidas atingiram os 53,5 milhões, das quais 15,2 milhões protagonizadas por residentes em Portugal. As maiores variações em termos de nacionalidades fizeram-se sentir vindas dos Estados Unidos da América, França, Brasil e Holanda.


O país conta com 4.339 estabelecimentos de alojamento a turistas, dos quais 1.164 são hotéis. Juntos disponibilizam 363 mil camas.

"Quanto a distribuição geográfica, observa-se uma notável concentração da actividade nas zonas do Algarve, na qual se localizam um terço do total das camas, e Lisboa, com em cerca de 20%", acrescenta ainda o estudo da Informa D&B.




pub