Aviação Hoteleiros apoiam nova pista no Montijo com "urgência"

Hoteleiros apoiam nova pista no Montijo com "urgência"

O presidente da Associação da Hotelaria de Portugal, Raul Martins, lembra que se devem evitar mais “retrocessos e demoras” no processo de expansão do aeroporto de Lisboa.
Hoteleiros apoiam nova pista no Montijo com "urgência"
Miguel Baltazar/Negócios
Wilson Ledo 15 de fevereiro de 2017 às 13:38

Os hoteleiros portugueses estão favoráveis à instalação da nova pista do aeroporto de Lisboa no Montijo. A posição foi tomada esta quarta-feira, 15 de Fevereiro, pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) em comunicado.

"A AHP apela à necessidade de agilizar processos sobre a expansão do aeroporto de Lisboa e continua a defender a opção Portela+1", fez saber a associação liderada por Raul Martins. Esta quarta-feira, o Governo e a ANA Aeroportos assinam um memorando para a expansão da infra-estrutura aeroportuária da capital, que no ano passado ultrapassou a barreira dos 22 milhões de passageiros.

A AHP recorda que a decisão, que aponta para a criação de uma pista complementar na base militar do Montijo, "está condicionada a dados sobre avaliação de impactos", em particular sobre os pássaros existentes na zona e seus processos migratórios.


Tendo em conta que essas conclusões deverão chegar no final do ano, a associação hoteleira "reforça o sentido de urgência e apela à necessidade de não haver mais retrocessos e demoras" neste processo.


"Apesar de estarmos no bom caminho, não podemos de deixar estar preocupados com o tempo que decorre entre a tomada de decisão, a execução e a operacionalização da extensão do aeroporto", rematou Raul Martins.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
ricky 23.02.2017

Ai é ? Então que o paguem vocês, porque o contribuinte já pagou uma alternativa quer a Lisboa quer a Faro, chama-se Beja e está pronta a usar !!

Maria Freire 17.02.2017

Parece haver interesses particulares, que como vem sendo habitual virão ao conhecimento público , as escandaleiras que vamos assistindo e aos jogos económicos. Os estudos ambientais provam que o Montijo é a PIOR opção. A Ota seria o mais acertado e mais barato. Respeitem o estudos ambientais.

Tereza economista 15.02.2017

Os hoteleiros, a luso ponte e muita clientela, mas espero que aproveitem Alverca, u voltem à OTA.

pub
pub
pub
pub