Comércio Ikea pede aos clientes para devolverem cadeira de praia Mysingsö

Ikea pede aos clientes para devolverem cadeira de praia Mysingsö

Foram reportados cinco acidentes com a cadeira em causa. Nenhum em Portugal. Em causa está a montagem incorrecta da cadeira.
Ikea pede aos clientes para devolverem cadeira de praia Mysingsö
Negócios 24 de janeiro de 2017 às 10:44

A Ikea emitiu uma nota onde pede aos clientes que compraram a cadeira de praia Mysingsö "que a devolvam em qualquer loja IKEA, onde serão reembolsados na totalidade, não sendo necessário apresentar o comprovativo de compra".

 

Em causa está o relato de cinco acidentes "em que a cadeira de praia Mysingsö terá caído durante a utilização, devido a montagem incorrecta, após o tecido ter sido retirado para lavagem. Estes casos ocorreram na Finlândia, Alemanha, Estados Unidos, Dinamarca e Austrália", explica a empresa no comunicado emitido esta terça-feira, 24 de Janeiro.

 

"A segurança é uma prioridade máxima para a Ikea, pelo que todos os nossos produtos cumprem a legislação internacional e nacional, bem como as normas de segurança em vigor nos mercados onde são vendidos. A cadeira de praia Mysingsö foi sujeita a testes mecânicos, de construção e químicos com resultados aprovados", salienta a mesma fonte.

 

"Ao receber estes relatórios, a Ikea iniciou uma investigação completa e decidiu aperfeiçoar o design deste produto, com vista a diminuir os riscos de montagem incorrecta e lesões. A cadeira com o novo design estará disponível nas lojas Ikea a partir de Fevereiro de 2017", explica.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 24.01.2017

CADEIRAS QUE SUPORTAM PESSOAS, MAS TÊM ENCAIXES DE PLÁSTICO, ESTÁ-SE MESMO A VER NO QUE DÁ.

Paulo 24.01.2017

Telemóveis explodem, cadeiras que provocam acidentes, carros autonomos que se descontrolam...Tecnologia a evoluir sem duvida