Banca & Finanças Índia anuncia plano de recapitalização para a banca de 27,5 mil milhões de euros

Índia anuncia plano de recapitalização para a banca de 27,5 mil milhões de euros

O plano será implementado nos próximos dois anos, com o objectivo de promover o financiamento à economia e impulsionar o crescimento.
Índia anuncia plano de recapitalização para a banca de 27,5 mil milhões de euros
Bloomberg
Negócios 24 de outubro de 2017 às 16:12

O Governo indiano aprovou esta terça-feira, 24 de Outubro, um plano de recapitalização para os bancos públicos no valor de 2,11 biliões de rupias (cerca de 27,5 mil milhões de euros) que será implementado nos próximos dois anos, com o objectivo de impulsionar o crescimento económico.

 

A decisão do Executivo liderado por Narendra Modi (na foto) surge numa altura em que a taxa de crescimento do país – outrora uma das mais aceleradas do mundo – está em mínimos de três anos.

 

De acordo com a Reuters, Modi tentou responder ao desafio aumentando os gastos públicos, mas o abrandamento penalizou as contas públicas, tornando imperativo que a falha fosse colmatada pelo sector privado.

 

Contudo, os bancos públicos – que garantem grande parte do financiamento à economia – enfrentam grandes dificuldades devido ao excesso de crédito malparado.

 

O objectivo deste plano é precisamente revitalizar o sector financeiro, segundo avançou o ministro das Finanças Arun Jaitley, numa conferência de imprensa que decorreu em Nova Deli.

 

"A decisão de recapitalizar os bancos públicos com 2,11 biliões de rupias vai resolver o problema do balanço e impulsionar o crescimento económico", afirmou Jaitley, citado pela agência noticiosa.

 

21 bancos públicos da Índia representam mais de dois terços dos activos bancários do país, e a grande parte dos 9,5 biliões de rupias (cerca de 124 mil milhões de euros) de crédito malparado.

 

A Fitch estima, por isso, que o valor que será injectado nas instituições não será suficiente. De acordo com a agência de rating serão necessários mais 65 mil milhões de dólares em Março de 2019 para os bancos cumprirem as novas exigências. Já a Moody´s espera que só os maiores 11 bancos vão precisar de 15 mil milhões de dólares.

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 24.10.2017

Sei q têm pelo menos uma boa Business School, nas restantes Universidades de Elite há uma grande aposta em I+D (por isso muitos acabam no Reino Unido), têm algumas empresas interessantes. Se pudéssemos atrair algum Investimento, mas sobretudo massa cinzenta penso que poderia ser uma aposta ganha.

General Ciresp 24.10.2017

Tal pai,tal filho.Pai na India,filho na costas de Espanha.Sei bem que 27,5 mil milhoes de euros para mais de 1000.000.000 de habitantes e com se de uma gota no oceano se tratasse,todavia a facilidade de chegar a guita,faz-me pasmado.

pub