Empresas IP garante "confiança total" na segurança do túnel do Marão

IP garante "confiança total" na segurança do túnel do Marão

O presidente da Infraestruturas de Portugal salientou no Parlamento a satisfação pela rapidez na intervenção na sequência do incêndio de um autocarro no túnel em Junho passado.
IP garante "confiança total" na segurança do túnel do Marão
Pedro Elias
Maria João Babo 04 de julho de 2017 às 11:21

O presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), António Laranjo, sublinhou esta terça-feira, 4 de Julho, no Parlamento a "confiança total" na segurança do Túnel do Marão, onde no passado dia 11 de Junho ocorreu um incidente grave com um veículo de transporte de passageiros que se incendiou.

 

Na comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, o responsável salientou a "rapidez de intervenção" no momento, assim como na reposição das condições de operacionalidade do túnel.

 

"Dificilmente teríamos um túnel com um conjunto tão completo de sistemas e equipamentos que permitem ter resposta atempada", afirmou António Laranjo. De acordo com a fita do tempo, disse, a intervenção no túnel ocorreu cinco minutos depois do primeiro sinal de incidente e "28 segundos depois a primeira viatura de intervenção acedeu ao túnel". "A segunda viatura de emergência entrou um minuto e dois segundos depois", disse o responsável.

 

"A rapidez na intervenção deixou-nos satisfeitos. Não houve do nosso lado qualquer tipo de dificuldade de intervenção", afirmou, recusando por outro lado as queixas de corporações quanto à falta de meios e de formação.

 

"Tratou se de um incidente grave", reconheceu António Laranjo, sublinhando que no entanto "não tivemos uma única vítima, nem nada a lamentar, as equipas responderam eficazmente  e uma semana depois a IP repôs todas as condições de operacionalidade do túnel".

Reafirmando a confiança que a IP pode dar à população, António Laranjo admitiu que "há coisas a melhorar", ou a avaliar se é possível fazer de forma diferente.

O responsável adiantou que no âmbito de reuniões com a Autoridade Nacional de Proteção Civil foi acordado o estabelecimento de um canal de comunicação entre as duas entidades, com a  IP a disponibilizar as suas imagens à ANPC.

 

Por outro lado, disse ainda, a IP tem duas avaliações a serem feitas, sobre a caracterização do tipo de tráfego no túnel do Marão e relativamente aos veículos pesados e de mercadorias pesadas, em que condições devem circular.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Luis Há 2 semanas

Vila Real tem uma boa universidade, porque não fica aí o sistema de controlo? Centralismo bacoco.

Tereza economista Há 2 semanas

Muito centralismo e incompetência, o sistema de controlo do túnel está em Lisboa em vez numa aldeia junto ao empreendimento. desculpa da IP, aí não existem bons informáticos, País de incompetentes e de clientelas.

Camponio da beira Há 2 semanas

Confiança total, como na acção da protecção civil e sirsesp, que causou 64 mortos e duzentos e tal feridos.

pub