Empresas Isabel dos Santos nega desvio de dinheiro da Sonangol e fala em “campanha de difamação”

Isabel dos Santos nega desvio de dinheiro da Sonangol e fala em “campanha de difamação”

A empresária diz que são "falsas" as notícias de que desviou mais de um centena de milhões de dólares da Sonangol durante um ano e meio, usando o Banco BIC.
Isabel dos Santos nega desvio de dinheiro da Sonangol e fala em “campanha de difamação”
Negócios 18 de dezembro de 2017 às 19:13

Jornais angolanos noticiam esta segunda-feira, 18 de Dezembro, que a antiga presidente do conselho de administração da Sonangol, Isabel dos Santos, desviou mais de uma centena de milhões de dólares para empresas da família ao longo de um ano e meio usando o Banco BIC.

Em comunicado, a empresária, que foi exonerada do cargo a 15 de Novembro, desmente as notícias dizendo que está em curso uma campanha de difamação "promovida por Rafael Marques e Gustavo Costa" nos meios de comunicação e redes sociais.

O comunicado garante que "são falsas" as notícias sobre transferências realizadas para entidades terceiras depois da exoneração do anterior conselho de administração, sobre uma transferência de 57 milhões para uma conta offshore no Dubai e sobre transferências mensais de 10 milhões de euros da Sonangol para a Efacec.

"Está neste momento montada uma campanha de difamação contra a Eng.ª Isabel dos Santos promovida pelos mesmos e já conhecidos autores - Rafael Marques e Gustavo Costa - usando vários meios de comunicação e redes sociais. Estas falsas notícias são publicadas por estes autores, umas vezes assinadas outras não, e não merecem qualquer crédito já que têm como única e exclusiva motivação pôr em causa a integridade da Eng.ª Isabel dos Santos", conclui a comunicação divulgada esta segunda-feira.

Em causa estão notícias publicadas por alguns meios angolanos dando conta de alegadas transferências ilícitas feitas pela filha do anterior presidente de Angola.

Num artigo intitulado "Saque de 135 milhões de dólares na Sonangol" e assinado por Rafael Marques, o Maka Angola avança que ao longo de quase um ano e meio como presidente do conselho de administração da Sonangol, Isabel dos Santos transferiu mais de 135 milhões de dólares da petrolífera nacional para quatro empresas suas, usando o seu banco em Portugal, o Banco BIC.

"De acordo com investigações feitas pelo Maka Angola, após ter sido exonerada, a 15 de Novembro passado, no mesmo dia Isabel dos Santos assinou uma ordem de pagamento no valor de 60 milhões de dólares a favor da Matter Business Solutions DMCC, uma empresa sua sedeada no Dubai", acrescenta o artigo.




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Zeca 19.12.2017

De imediato deveriam ser arrestados todos os bens da dita senhora em Portugal revertendo a favor do estado, está previsto na lei portuguesa, bens roubados ou de proveniência de negócios ilícitos, revertem a favor do estado, devendo os criminosos cumprirem a respectiva pena de prisão.

Anónimo 19.12.2017

TODA A GENTE SABE QUE ESSA SENHORA É UMA VIGARISTA DE TOPO. JÁ DEVIA ESTAR PRESA. NÃO SE PERCEBE PORQUE AINDA NÃO ESTÁ PRESA.

Anónimo 19.12.2017

O povo Angolano merece conhecer a verdade e ser ressarcido do ROUBO a que tem sido sujeito durante, pelo menos, os últimos 20 anos!

Faça-se JUSTIÇA!

5640533 18.12.2017

Coitada. Inocência ofendida.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub