Media "Já saturámos oferta com actual quantidade de canais"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

"Já saturámos oferta com actual quantidade de canais"

A entrada de serviços como o Youtube ou a Netflix alteraram os padrões de consumo de TV. Como lutar contra estes gigantes? Segundo os agentes da indústria, com novos conteúdos digitais e de nicho para a televisão. E com um eventual "casamento" entre as plataformas.
"Já saturámos oferta com actual quantidade de canais"
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Ribeiro 11 de outubro de 2016 às 20:40

A dificuldade das equipas dos canais de televisão em pensar a programação fora do linear. O "casamento" entre os operadores e os serviços "over-the-top" (OTT), como o Google ou o Netflix, e a saturação da oferta

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
cmatomic 12.10.2016

Eu tenho a TDT e netflix chega , se quiser mais canais televisivos compro uma parabólica e tenho dezenas de canais em sinal aberto via salite , para não falar dos canais televisivos vai web que podem ser acedidos de forma legal .
Em outros países Europeus as estações nacionais televisivas fornecem serviços de hbbtv , que permite aceder serviços ondemand sem ser preciso aderir um serviço de tv de um operador de telecomunicações .

Mas como estamos mo pais da Europa com a taxa mais alta de penetração de serviços de tv dos operadores de telecomunicações "MEO,NOS,VODAFONE.etc.." ,nada feito .

Anónimo 11.10.2016

Nem pensar, eu vivo perto de Espanha e acho que vou já com vinte anos que não vejo nenhum dos canais portugueses em sinal aberto... na tdt espanhola há mais de vinte canais disponíveis...

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub