Gestão e Gestores João Cordeiro: "Repudio a expressão 'não sou pago para isto'"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

João Cordeiro: "Repudio a expressão 'não sou pago para isto'"

O especialista em liderança avisa que "quem faz as coisas por dinheiro normalmente está errado" e considera que os gestores portugueses optam por delegar pouco por "questões de ego".
João Cordeiro: "Repudio a expressão 'não sou pago para isto'"
Miguel Baltazar
António Larguesa 04 de Outubro de 2016 às 09:57

O director executivo do BNI Portugal defende que um bom líder precisa de ser optimista e "colocar as mãos na massa", criticando o fraco investimento na área comportamental. O também "facilitador" da consultora Sharma Leadership

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 04.10.2016


PS ROUBA OS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES DO PRIVADO

SALÁRIOS E PENSÕES DA FP ESTÃO A SER PAGOS COM DINHEIRO EMPRESTADO

A reposição dos Salários e Pensões da FP está a ser feita na totalidade com recurso ao endividamento do País.

Por isso a dívida pública e os respetivos juros, suportados pelos contribuintes, estão em crescimento acelerado.

comentários mais recentes
Maria Reis 04.10.2016

Verdade

Pedro Bártolo 04.10.2016

Completamente de acordo!!

Caro amigo 04.10.2016

Se sou pago para exercer determinadas funções não sou para outras. Olha que tirada saloia esta.

10:03 04.10.2016

Acaba com esse sofrimento terrível, suicida-te.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub