Desporto Jogador Ricardo Carvalho condenado a sete meses de prisão por fraude fiscal em Espanha

Jogador Ricardo Carvalho condenado a sete meses de prisão por fraude fiscal em Espanha

O Tribunal Regional de Madrid condenou o futebolista internacional português Ricardo Carvalho a sete meses de prisão por crimes fiscais, cometidos em 2011 e 2012, relacionados com a ocultação de receitas provenientes dos direitos de imagem.
Jogador Ricardo Carvalho condenado a sete meses de prisão por fraude fiscal em Espanha
reuters
Lusa 06 de outubro de 2017 às 12:36

A justiça espanhola ratificou o acordo entre a Autoridade Tributária e Ricardo Carvalho, no qual o jogador, actualmente ao serviço dos chineses do Shanghai SIPG, reconheceu ter cometido as acusações que lhe são imputadas, na altura em que representava o Real Madrid.

 

De acordo com a sentença, a que a agência noticiosa Efe teve hoje acesso, Ricardo Carvalho foi também condenado ao pagamento de uma multa no valor de 142.822 euros, considerando "desproporcionadas" as penas pedidas pelo Ministério Público, de um ano de prisão e perto de 300.000 euros de multa.

 

Perante a insistência do Ministério Público, exemplificando com a pena de 21 meses imposta ao argentino Lionel Messi, os magistrados observaram que o valor defraudado pelo jogador do FC Barcelona é muito superior ao que era imputado a Ricardo Carvalho, ascendendo a 4,1 milhões de euros.

 

O tribunal madrileno considerou como atenuante o facto de Ricardo Carvalho ter admitido a fraude ainda antes de ter sido iniciado o procedimento judicial e ter devolvido a totalidade do valor que o Fisco alega ter sido ocultado pelo futebolista, estimado em 545.981,03 euros.

 

A legislação em Espanha prevê que possa ser aplicada pena suspensa nos casos de condenação até dois anos de prisão, caso se trate de um primeiro delito.

 

Segundo a sentença, o jogador português desviou dinheiro referente aos direitos de imagem através de uma sociedade radicada nas Ilhas Virgens, mantendo um procedimento que já adoptava quando representava o Chelsea e mantinha residência fiscal em Inglaterra.

 

Ricardo Carvalho, de 39 anos, transferiu-se do clube inglês para o Real Madrid em Junho de 2010, tendo alinhado na equipa da capital espanhola até Junho de 2012.

 




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Ciifrão 06.10.2017

O Fisco em Espanha descobriu uma mina de ouro, nada lhe escapa.

comentários mais recentes
Anónimo 06.10.2017

O Fisco Espanhol descobriu a mina de Ouro nos Jogadores Estrangeiros porque nos Espanhois ainda não tocaram .

Anónimo 06.10.2017

o iluminado e empreededor ronaldo tem de lhe dar umas aulas...esta gente pensava que era intocável so por darem ums xutos numa bola com labregos a aplaudirem...

Anónimo 06.10.2017

esta coisa sem sal e bisexual afinal é um pilantra....

pagador de impostos p/sustentar ciganada 06.10.2017

EM PORTUGAL ATE OS CIGANOS FOGEM AO FISCO E RECEBEM CASAS DE BORLA

ESPANHA, FEZ BEM, CORREU COM ELES CÁ BURGO

ver mais comentários
pub