Turismo & Lazer Legalização do alojamento local fez aumentar receita para 123 milhões

Legalização do alojamento local fez aumentar receita para 123 milhões

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, adianta que a legalização trouxe para o sistema mais 28 mil alojamentos que passaram a contribuir para as receitas do turismo.
A carregar o vídeo ...
Celso Filipe Rosário Lira 24 de setembro de 2017 às 12:00

A secretária de Estado do Turismo afirma que a obrigatoriedade de registo do alojamento local fez com que este tipo de oferta turística aumentasse a sua contribuição para a economia.

"Em 2015, tivemos como receita de alojamento local cerca de 69 milhões de euros. Em 2016, ainda sem o alargamento da base tributável que só ocorreu em 2017, passámos para 123 milhões. Isto quer dizer entrada na economia formal e contribuição de todos para o esforço comum da economia. Nós tínhamos 24 mil registos a 1 de Janeiro de 2016, neste momento temos 52 mil. Acho que isto é uma vitória de todos, no sentido em que estamos todos a contribuir para estas receitas do turismo e para a dinamização das cidades e da economia", explica Ana Mendes Godinho.

Na Conversa Capital, um espaço de entrevista conjunto entre o Negócios e a Antena 1, a governante admite alterações na lei, de forma a que as câmaras possam ser ouvidas no processo de atribuição de novas licenças de alojamento local, especialmente em Lisboa e no Porto, e no que se refere a freguesias específicas.




pub