Banca & Finanças Lesados do Banif reúnem-se com a CMVM na semana que vem

Lesados do Banif reúnem-se com a CMVM na semana que vem

A associação dos obrigacionistas lesados quer, segundo o Expresso, fazer o balanço das mais de mil reclamações apresentadas até ao momento e pede que o regulador exija a documentação em falta aos bancos, com que espera provar que houve venda "enganosa" de produtos.
Lesados do Banif reúnem-se com a CMVM na semana que vem
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 07 de agosto de 2017 às 15:13

A CMVM vai receber, na quarta-feira da próxima semana - 16 de Agosto - os lesados do Banif, para analisar as reclamações de venda enganosa por eles apresentada.

Segundo o Expresso, que avança a realização e a data do encontro, a Associação dos Lesados do Banif (Alboa) insistiu na reunião depois de, na semana passada, o presidente do Santander Totta - que incorporou a actividade do Banif - ter posto em causa ser dever daquela instituição pagar a estes obrigacionistas subordinados:

"Porque seremos nós a ter de pagar aquilo que não fizemos?", questionou o presidente do banco, António Vieira Monteiro, na semana passada, no decurso da apresentação de resultados trimestrais do Totta, alegando que a medida de resolução determinou que também estes obrigacionistas respondessem pelas perdas.


O semanário refere que a marcação da reunião surgiu depois de declarações do primeiro-ministro aos lesados, segundo as quais haveria "vontade política" de encontrar uma solução para estes investidores.

Os obrigacionistas sustentam, nas cerca de mil reclamações entregues, que o investimento nestes produtos financeiros resultou de venda fraudulenta ou enganosa e que há documentos que o comprovam, estando por apurar se esses suportes estão no Banif ou no Santander Totta.

É para a obtenção desta documentação que a associação quer pressionar a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, além de tentarem alcançar uma solução semelhante à que foi conseguida para os investidores em papel comercial da Rioforte, no caso do Banco Espírito Santo.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
nuno pereira 07.08.2017

eu fui roubado e ainda tenho de pagar guarda de títulos,so neste pais de merda isso acontece,a justiça e uma merda, pena tenho não haver aqui uma guerra para eu limpar alguns artistas que andam a viver a custa de quem trabalha,f. d. phuta

General Ciresp 07.08.2017

Isto tera pernas para andar se o d.branca tiver la na lixeira mais um amigo lacerda a procura de mama.Dizia o selfie:o caso lacerda ainda tem de passar pelo barracao parlamentar,certo e que esse lacerda de pedra e cal na tap ja conseguiu meter um amigo la proximo dele e o resto e conversa.GAROTADA.

Anónimo 07.08.2017

Mais uma associação de RSIs de luxo se perfila no horizonte poortuguês. Tal como os do BES e da mobilidade especial que afinal já não contempla o despedimento de excedentários. Viva o Estado Social Premium para alguns eleitos no mandato da extorsão e da pilhagem à discrição.

Anónimo 07.08.2017

Os pequenos acionistas também foram enganados pelo próprio Estado, sendo ele o maior acionista. Querem ver a sua situação resolvida, para não pagarem mais guarda das ações do Banif e regualizarem a situação das mesmas nas finanças.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub