Banca & Finanças Lesados do Banif reúnem-se com a CMVM na semana que vem

Lesados do Banif reúnem-se com a CMVM na semana que vem

A associação dos obrigacionistas lesados quer, segundo o Expresso, fazer o balanço das mais de mil reclamações apresentadas até ao momento e pede que o regulador exija a documentação em falta aos bancos, com que espera provar que houve venda "enganosa" de produtos.
Lesados do Banif reúnem-se com a CMVM na semana que vem
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 07 de agosto de 2017 às 15:13

A CMVM vai receber, na quarta-feira da próxima semana - 16 de Agosto - os lesados do Banif, para analisar as reclamações de venda enganosa por eles apresentada.

Segundo o Expresso, que avança a realização e a data do encontro, a Associação dos Lesados do Banif (Alboa) insistiu na reunião depois de, na semana passada, o presidente do Santander Totta - que incorporou a actividade do Banif - ter posto em causa ser dever daquela instituição pagar a estes obrigacionistas subordinados:

"Porque seremos nós a ter de pagar aquilo que não fizemos?", questionou o presidente do banco, António Vieira Monteiro, na semana passada, no decurso da apresentação de resultados trimestrais do Totta, alegando que a medida de resolução determinou que também estes obrigacionistas respondessem pelas perdas.


O semanário refere que a marcação da reunião surgiu depois de declarações do primeiro-ministro aos lesados, segundo as quais haveria "vontade política" de encontrar uma solução para estes investidores.

Os obrigacionistas sustentam, nas cerca de mil reclamações entregues, que o investimento nestes produtos financeiros resultou de venda fraudulenta ou enganosa e que há documentos que o comprovam, estando por apurar se esses suportes estão no Banif ou no Santander Totta.

É para a obtenção desta documentação que a associação quer pressionar a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, além de tentarem alcançar uma solução semelhante à que foi conseguida para os investidores em papel comercial da Rioforte, no caso do Banco Espírito Santo.




Saber mais e Alertas
pub