Tecnologias Líder do Web Summit sugere que Google é a “primeira de várias” tecnológicas a vir para Lisboa

Líder do Web Summit sugere que Google é a “primeira de várias” tecnológicas a vir para Lisboa

Paddy Cosgrave, líder do Web Summit, partilhou nas redes sociais a notícia da criação de um hub, por parte da Google, na região de Lisboa. E acrescentou que “os rumores são que a Google é a primeira de várias tecnológicas que vai abrir escritórios em Lisboa”.
Líder do Web Summit sugere que Google é a “primeira de várias” tecnológicas a vir para Lisboa
Miguel Baltazar
Ana Laranjeiro 24 de janeiro de 2018 às 17:27

A Google pode não ser a única gigante tecnológica a abrir um centro em Portugal. Paddy Cosgrave, líder do Web Summit, partilhou nas redes sociais o anúncio de que a Google vai abrir em Oeiras um centro tecnológico. E acrescentou: "os rumores são que a Google é a primeira de várias empresas tecnológicas de alto perfil a abrir escritórios em Lisboa". Cosgrave sinalizou também que a possibilidade da vinda de mais empresas reflecte o "grande trabalho da comunidade em Portugal e do governo".

Esta quarta-feira, 24 de Janeiro, o primeiro-ministro anunciou que a multinacional norte-americana Google vai instalar a partir de Junho, em Oeiras, um centro de serviços, hub tecnológico, para a Europa, Médio Oriente e África, arrancando com 500 empregos qualificados. Uma notícia que foi entretanto confirmada pela tecnológica norte-americana.

O primeiro-ministro referiu este investimento da Google na sua intervenção, que abriu a conferência e que foi dedicada a apresentar Portugal a investidores estrangeiros como um país competitivo, sobretudo em matéria de captação de start-ups e investimentos tecnológicos.

"Entre muitos investimentos em perspectivas destaco um: Portugal vai em breve acolher um investimento da Google, que arrancará logo com a criação de 500 empregos qualificados", disse.

Fonte oficial do executivo português disse que Portugal conseguiu este investimento da Google "no quadro de uma competição internacional muito forte".

A Google confirma o investimento em Portugal, explicando ao Negócios tratar-se de um centro de operações de fornecedores, "totalmente dedicado a fornecedores terceiros". Fonte oficial acrescentou, apenas, que "com esta abertura, estamos a instalar num local alguns dos muitos fornecedores que dão apoio às operações da Google", mas não fez referência aos postos de trabalho.

 




pub