Empresas Líder ibérica de autoclismos deixa cair Irmão e torna-se OLI

Líder ibérica de autoclismos deixa cair Irmão e torna-se OLI

A Oliveira & Irmão, maior produtora de autoclismos da Europa do Sul, decidiu mudar a sua denominação social, adoptando a marca por que “é reconhecida em todo o mundo”. A empresa de Aveiro, que factura 50 milhões de euros, chama-se agora OLI - Sistemas Sanitários, SA.
Líder ibérica de autoclismos deixa cair Irmão e torna-se OLI
A OLI, que facturou 48,5 milhões de euros em 2016, exporta 80% da produção para 70 países dos cinco continentes.
Rui Neves 04 de julho de 2017 às 12:54

Fundada em 1954, a Oliveira & Irmão, mais conhecida pela sua marca de soluções de banho OLI, tornou-se a partir de Aveiro o maior fabricante de autoclismos da Europa do Sul, exportando 80% da produção para cerca de 70 países dos cinco continentes.

 

Após 63 anos de história da Oliveira & Irmão, a empresa, que emprega 380 pessoas em Portugal, decidiu que tinha chegado a hora de assumir a marca própria na sua denominação social. Chama-se agora OLI - Sistemas Sanitários, SA.

 

A mudança de nome "é uma consequência natural do crescimento e da globalização da empresa, que detém uma marca implementada e reconhecida em todo o mundo", explica António Oliveira, presidente da OLI, comprometendo-se "com a mesma missão de garantir um espaço de banho sustentável, sem desperdício de água, autónomo e seguro para todos".

 

A alteração da identidade corporativa acontece depois de ter facturado 48,5 milhões de euros em 2016, ano em que investiu 1,5 milhões de euros na construção de uma fábrica na Rússia, a sua primeira unidade industrial fora do país; inaugurou uma filial na Alemanha; concluiu a ampliação da fábrica em Portugal; e lançou a primeira pedra na construção de uma nova unidade industrial de moldes, em Aveiro, destinada ao fabrico de moldes complexos das indústrias hidro-sanitárias e automóvel de todo o mundo.

 

Com uma produção semanal de 39 mil autoclismos e 150 mil mecanismos, sendo a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores, a fábrica da OLI em Aveiro trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub