Transportes Lisboa disputa centro operacional da Uber com outras quatro cidades

Lisboa disputa centro operacional da Uber com outras quatro cidades

Lisboa disputa com outras quatro cidades a instalação de um centro operacional e de suporte da Uber, apurou o Negócios. Está prevista a criação de 250 postos de trabalho.
Lisboa disputa centro operacional da Uber com outras quatro cidades
Pedro Catarino/Correio da Manhã
André Veríssimo 03 de setembro de 2017 às 20:52

A capital portuguesa está na "short-list" para a instalação do centro, competindo com Cracóvia, na Polónia, Cairo, no Egipto, Limerick, na Irlanda e Paris, em França. Ao que o Negócios apurou, Lisboa está bem encaminhada para receber o investimento.

A Uber está em Portugal desde Julho de 2014 e tem já operações em Lisboa, Porto e Algarve, contando com mais de 3.000 motoristas. Três anos depois continua à espera da regulamentação da actividade de transporte a partir de plataformas digitais, que tem estado parada no Parlamento.


O Governo avançou com uma proposta legislativa que aguarda ainda um consenso entre os deputados. Em Março os diplomas do Executivo e do Bloco de Esquerda sobre esta matéria baixaram à comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas. Mas desde então não houve avanços, que poderão acontecer na nova sessão legislativa, que arranca a 15 de Setembro.


As iniciativas que dizem respeito à Uber foram incluídas no grupo de trabalho dos transportes, no âmbito daquela comissão, que tem dado prioridade a outras matérias, como a transferência da Carris para a Câmara de Lisboa ou a passagem da STCP para a Área Metropolitana do Porto, ambos concluídos.


O PS está a tentar consensualizar o diploma com PCP e Bloco, que ao contrário do Governo e dos partidos da direita, defendem a contingentação, com a definição de um limite ao número de veículos ao serviço da Uber ou Cabify.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 04.09.2017

O quê?! No país das coutadas corporativas e sindicais mafiosas?! Ahahahah. Devem instalar-se em Portugal devem. Contem com isso. Os taxistas até os vão buscar ao aeroporto. De graça.

comentários mais recentes
fa 04.09.2017

Depois tinhamos os trabalhadores da UBER filiados na CGTP a fazer greve? Ide tomar banho

pertinaz 04.09.2017

CONVERSA DA TRETA

Anónimo 04.09.2017

O quê?! No país das coutadas corporativas e sindicais mafiosas?! Ahahahah. Devem instalar-se em Portugal devem. Contem com isso. Os taxistas até os vão buscar ao aeroporto. De graça.

josue_vitoriano 03.09.2017

E tudo para Lisboa e para o PORTO num deicham nada

Saber mais e Alertas
pub