Turismo & Lazer Live Electric Tours: as ruas de Lisboa são estrelas no Facebook

Live Electric Tours: as ruas de Lisboa são estrelas no Facebook

A Electric Rent & Adversiting lançou os seus circuitos em Lisboa. Os primeiros carros eléctricos já estão ao serviço. E mostram em directo as aventuras de quem entra a bordo. A intenção deste projecto é cruzar fronteiras.
Live Electric Tours: as ruas de Lisboa são estrelas no Facebook
Bruno Simão/Negócios
Wilson Ledo 31 de julho de 2017 às 17:06

São pequenos, amarelos e não poluem. Há novos Renault Twizy a fazer circuitos turísticos em Lisboa. E o que trazem de novo? Transmitem a viagem toda para as redes sociais. São as Live Electric Tours.

A ideia é da startup Electric Rent & Advertising. Djalmo Gomes esteve oito anos a maturar a intenção de "juntar carros eléctricos com publicidade". A partir desta segunda-feira, 31 de Julho, o resultado está nas ruas da capital.


Com seis milhões de turistas, 25% dos quais com menos de 35 anos, "existe oportunidade de negócio". A empresa, integrada na incubadora Vodafone Power Lab, disponibiliza três circuitos turísticos que variam entre os 49 euros por duas horas e 59 euros por três. Há ainda a opção livre, pagando 25 euros por hora.


A frota conta com cinco carros eléctricos Renault Twizy – cujo valor de mercado ronda os 13 mil euros - e a intenção é duplicá-la já no próximo ano. "Se houver resposta por parte das marcas, pode aumentar", acredita o fundador.


Nos veículos, não falta o espaço para transportar marcas e fazer passar mensagens. "É possível alterar o nome da nossa rota, dar nome ao nosso produto, colocar mensagens publicitárias ou ambientalistas no nosso GPS", acrescenta o empreendedor. É que a viagem, seja qual for o destino, é uma experiência tecnológica.


Tudo é gravado mas só é transmitido para a página do Facebook da Live Electric Tours se o cliente assim desejar. O viajante recebe, depois, no fim, um resumo do seu percurso. Enquanto conduz, ou apanha boleia na parte de trás do pequeno eléctrico, há listas de música personalizada e dicas sobre os pontos de interesse da cidade, misturando humor.


"Cada carro é um ‘hotspot’" e pode disponibilizar internet sem fios até 10 ligações em simultâneo – esteja-se ou não a bordo. "Os nossos carros estão cheios de equipamento, digamos que estão quitados", brinca Djalmo Gomes.


Assente na rede da Vodafone, a Electric Rent & Advertising torna-se, com um investimento de 100 mil euros, na "primeira empresa do mundo" com transmissão dos percursos em directo para as redes sociais – a câmara está virada para o lado da rua. E é precisamente esse mundo que pretende conquistar com esta ideia.


Planos de expansão

"Queremos ir para a Europa, se conseguirmos investimento", adianta o fundador. Há interesse para uma parceria na Suécia e uma multinacional com sede nos Estados Unidos da América está também à procura de dar o seu contributo.


A prioridade para a expansão está em Portugal, onde a vontade é chegar ao Porto em Março de 2018 e lançar um projecto em Torres Vedras. "Acreditamos que com este último esforço que está a ser feito, tudo vai funcionar da melhor forma", diz Djalmo Gomes, referindo-se aos investimentos que têm sido feitos nas redes de carregamento de eléctricos.


Em Lisboa, "definitivamente o nosso mercado é o estrangeiro", devendo pesar 75% do total. Os conselhos de viagem vêm em português, espanhol e inglês. Para se sentar ao volante destas Live Electric Tours é preciso ter 21 anos e carta de condução. E deixar a brisa entrar pelas janelas, partilhando a experiência com o mundo.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 31.07.2017

"com transmissão dos percursos em directo para as redes sociais – a câmara está virada para o lado da rua" e a protecção dos dados e afins, tal como acontece no Google Maps?
Uma vez que "Tudo é gravado mas só é transmitido para a página do Facebook da Live Electric Tours se o CLIENTE assim desejar", as pessoas que estão na rua a ser filmadas, sem o seu consentimento, não têm opção de escolha!!!
Creio que a Comissão Nacional de Protecção de Dados se devia pronunciar...
Mais, sendo um serviço que é essencialmente pago pela publicidade de quem anuncia, parece-me um serviço bastante caro. Com o que se paga numa hora, já dá para alugar um carro de 5 lugares, para um dia inteiro!

pub
pub
pub
pub