Tecnologias Lucros da Novabase crescem 29% em 2016

Lucros da Novabase crescem 29% em 2016

A tecnológica encerrou o ano com resultado líquido de 9,577 milhões de euros, que compara com 7,425 milhões de euros um ano antes. A empresa pretende distribuir cerca de metade do lucro em dividendos - 15 cêntimos por acção.
Lucros da Novabase crescem 29% em 2016
Bruno Simão/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 16 de fevereiro de 2017 às 17:03
O resultado líquido da Novabase cresceu 29% durante o ano passado, para os 9,577 milhões de euros, anunciou esta quinta-feira, 16 de Fevereiro, a empresa em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários

Os resultados de operações descontinuadas - de 12,88 milhões de euros, quase quadruplicando o valor de 2015 - compensaram a performance negativa das operações em continuação, que geraram valores negativos de 1,833 milhões de euros.

"Os resultados líquidos fixaram-se nos 9,6 milhões de euros, beneficiando da mais-valia da alienação do negócio I&MS," lê-se no comunicado. Essa mais-valia foi de 17,6 milhões de euros e este negócio contribuiu, em 2015, com 45% das receitas da empresa.

O volume de negócios da empresa liderada por Luís Paulo Salvado (na foto), excluindo o negócio de Infrastructures & Managed Services (I&MS) - entretanto vendido à Vinci Energies Portugal - foi de 135,7 milhões de euros, 7% acima do registado um ano antes.

A venda da I&MS foi concluída em 5 de Janeiro, por 44 milhões de euros, acima dos 38,4 milhões previstos em Outubro.

O cash-flow operacional da empresa (EBITDA) caiu 50,8% para 5,9 milhões de euros "penalizado pelo custo extraordinário de 7 milhões de euros registado num projecto," enquanto os resultados operacionais afundaram 73,4% para 2,12 milhões de euros.

2017: EBITDA vai superar 10 milhões, receitas ultrapassarão os 140 milhões

Para este ano, de 2017, a empresa aponta para previsões de crescimento do volume de negócios para um nível superior a 140 milhões de euros, realizando a maioria (mais de 60%, quando actualmente está em 59%) em mercados internacionais e lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) superiores a 10 milhões de euros.

As acções da Novabase encerraram a sessão desta quinta-feira a valorizar 0,96% para os 2,64 euros.

(Notícia actualizada às 17:18 com mais informação)



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub