Banca & Finanças Lucros do Santander Totta aumentam 36%

Lucros do Santander Totta aumentam 36%

O banco liderado por Vieira Monteiro terminou o ano passado com um lucro 35,8% acima do valor registado no ano anterior.
Maria João Gago 25 de janeiro de 2017 às 12:12
O Santander Totta terminou 2016 com um resultado líquido de 395,5 milhões de euros, mais 35,8% do que em 2015, revelou esta quarta-feira, 25 de Janeiro, o banco liderado por António Vieira Monteiro. 

Os resultados foram impulsionados pela margem financeira, que avançou 31% para 731 milhões de euros, e pelas comissões, que cresceram 16,1% para 305,7 milhões. Estas subidas mais do que compensaram as quedas da área seguradora (menos 27,2% para 10,3 milhões), contribuindo para uma subida do produto bancário de 6,4%, para 1.197 milhões.

 

Em termos de custos, houve um aumento de 9,9%, para 523,1 milhões de euros, evolução que o banco justifica com a integração do Banif, no final do ano passado. Esta aquisição terá também contribuído para a subida dos proveitos bancários.

 

Outro dos impulsionadores dos lucros foi a descida das imparidades, que recuaram 38,7%, fixando-se em 144,7 milhões. 

Em termos de negócio, o crédito diminuiu 3%, para 33 mil milhões de euros, enquanto os depósitos avançaram 6,4%, ascendendo a 27,6 mil milhões de euros. 


A redução da carteira de crédito deveu-se, sobretudo, à venda de uma carteira de malparado, no valor de 700 milhões de euros. "Sem esta venda, o crédito teria tido uma redução quase nula", justificou Manuel Preto, administrador financeiro do Santander Totta, na apresentação de resultados. 

No comunciado com a aprensentação dos resultados, o banco saliena que "a quota de mercado da nova produção de crédito a empresas, até ao final de Novembro, situa-se em 17%, com destaque para a produção de crédito dirigido a PME, onde o banco já representa cerca de 19% da produção de crédito no país".

O rácio CET 1 ascendeu a 15,7% e o rácio CET 1 fully implemented foi de 14,9%.






A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado 1230cf Há 4 semanas

Efeito BANIF.

comentários mais recentes
Anónimo Há 17 horas

Sabem me dizer onde é que posso encontrar o quadro da Demonstração de Resultados usado nesta reportagem? Andei no site do Santander e não consigo encontrar.
Obrigado.

Mr.Tuga Há 4 semanas

Precisamos de muitos Santander Totta!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Oxalá fosse portuga....

Anónimo Há 4 semanas

"A parte do Banif que o Santander adquiriu tinha um valor contabilístico de 600 milhões de euros. O preço foi de 150 milhões, montante que tem implícito um desconto de 75%."
600-150 = 450 milhões de euros de desconto
Lucro Santander em 2016 = 395,5 milhões de euros
Parece fácil de explicar ;-)

Anónimo Há 4 semanas

Se têm sido comprados pelo BCP, já tinham desaparecido.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub